Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6856
Title: Trabalho e relacionamentos - encontros e desencontros em espaços diversos: as experiências de servidores do IFES
metadata.dc.creator: Bullerhahn, Iria
Keywords: Sentidos e Significados do Trabalho;Bem-estar Psicológico;Trabalho no Interior;Relacionamentos;Senses and Meanings of Work;Psychological well-being;Work in the Interior;Relationships
Issue Date: 18-Dec-2017
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: Trabalhar no setor público tornou-se meta de uma grande parcela da população, visando não só a segurança como também outros benefícios que não são propiciados pela contratação baseada na Consolidação das Leis do Trabalho. Em alguns casos, como no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, que possui campus em diversos municípios do Estado, essa busca chegou ao ponto de os profissionais que moram em determinado município fazer concurso ou até mesmo no momento da nomeação aceitar ir para outro local diferente do seu. Essa pesquisa buscou compreender a dinâmica de vida pessoal e de trabalho dos Técnicos Administrativos em Educação (TAE) que estão lotados em campus de cidades do interior. Utilizou-se, para tanto, metodologia quali-quantitativa com triangulação concomitante, do tipo estratégia aninhada. Os dados foram coletados por meio da aplicação de um questionário sociodemográfico e duas escalas (Significados do Trabalho e Bem-estar Psicológico) enviados a todos os TAE que trabalham em campi do interior, resultando em uma amostra de 125 participantes. De maneira complementar, foram realizadas 18 entrevistas a fim de explorar de forma mais detalhada os resultados obtidos. Os dados recebidos por meio do questionário foram tratados com utilização de estatística descritiva e de análise de conteúdo. Os dados das escalas passaram por Análise Fatorial Exploratória, aplicando-se estatística de Alpha de Cronbach para verificar a consistência interna dos fatores, sendo estes depois tratados por estatística descritiva. A entrevista semiestruturada foi objeto de uma análise de conteúdo, de forma complementar ao questionário. Os resultados quanto ao significado do trabalho para esses TAE mostram que a maioria considera o trabalho como uma das coisas mais importantes da vida. Os dois primeiros pontos na ordem de prioridade em relação ao trabalho e demais esferas da vida foram: família e trabalho. Sobre os Produtos Valorizados do Trabalho, os fatores mais expressivos foram: contato social, auto-expressiva e ambiente adequado, agradável e propício. Em relação às normas societais, os respondentes concordam que o empregado deve ter responsabilidade, ser comprometido e respeitar à hierarquia. Por outro lado, também concordam que tem direito à autonomia, ao desenvolvimento no seu trabalho, devendo a remuneração e as tarefas distribuídas serem justas. Além disso, os empregadores devem cuidar da saúde de seus empregados, como também manter um ambiente de trabalho agradável. Sobre o bem-estar psicológico, verificou-se que é importante trabalhar em um campus do interior, uma vez que isso proporciona um processo contínuo de desenvolvimento, permite seguir um propósito de vida, revelado pelo nível de auto-realização e de relações positivas com os outros. De modo geral, mudar de cidade; enfrentar problemas relacionais, de laços familiares e sociais não impactou nos significados do trabalho atribuído pelos TAE ou em seu bem-estar psicológico. Entretanto, o mesmo não se observa ao se comparar os resultados pelos campi de interior. Essa dissertação foi desenvolvida dentro da linha de pesquisa Gestão de Operações no Setor Público. O produto técnico resultante dessa dissertação consiste em um relatório de sugestões ao IFES de forma a melhorar a permanência dos TAE nesses locais. PALAVRAS-CHAVE: Sentidos e Significados do Trabalho; Bem-estar Psicológico; Trabalho no Interior.
Working in the public sector has become the goal of a large portion of the population, aiming not only for safety but also for other benefits that are not provided by employment based on the Consolidation of Labor Laws. In some cases, such as the Federal Institute of Education, Science and Technology of Espírito Santo, which has a campus in several municipalities of the State, this search has reached the point where the professionals who live in a certain municipality make a competition or even at the time of the appointment accept go somewhere other than yours. This research sought to understand how the Administrative Technicians in Education (TAE) who took office in cities of the interior of Espírito Santo perceive their experiences of life and work and the consequences of these experiences in their work and personal life. Quali-quantitative methodology with concomitant triangulation of the nested strategy type was used. The data were collected through the application of a sociodemographic questionnaire and two scales (Meanings of Work and Psychological Well-being) sent to all the TAE that work on the interior campuses, resulting in a sample of 125 participants. Complementarily, 18 interviews were carried out in order to explore in a more detailed way the results obtained. The data received through the questionnaire were treated using descriptive statistics and content analysis. The scales data were analyzed by Exploratory Factor Analysis, using Cronbach's Alpha statistics to verify the internal consistency of the factors, which were then treated by descriptive statistics. The semi-structured interview was the subject of a content analysis, in a way that complements the questionnaire. The results as to the meaning of the work for these TAE show that most consider work to be one of the most important things in life. The first two points in the order of priority in relation to work and other spheres of life were: family and work. In relation to Valued Products of Work, the most expressive factors were: social contact, selfexpressive and adequate environment, pleasant and conducive. Regarding societal norms, the respondents agree that the employee must be responsible, committed and respect the hierarchy. On the other hand, they also agree that they have the right to autonomy, to development in their work, and the remuneration and the tasks distributed must be fair. In addition, employers must take care of the health of their employees, as well as maintain a pleasant work environment. Regarding the psychological well-being, it was found that it is important to work on a campus of the interior, since it provides a continuous process of development, allows to follow a way of life revealed by the level of self-realization and positive relationships with others. In general, change of city; to deal with relational problems, family and social ties did not impact on the meanings of the work attributed by TAE or on their psychological well-being. However, the same is not observed when comparing the results by indoor campuses. This dissertation was developed within the line of research Operations Management in the Public Sector. The technical product resulting from this dissertation consists of a report of suggestions to the Ifes in order to improve the permanence of the TAE in those places.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6856
Appears in Collections:PPGGP - Dissertações de mestrado profissional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_10973_DISSERTA__O_IRIABULLERJAHN_vers_o final.pdf3.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.