Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7341
Title: Aplicação da Espectrometria de Massas Ambiente Por Paper Spray Ionization na Identificação e Quantificação de Cocaína e no Controle de Qualidade de Bebidas
metadata.dc.creator: TOSATO, F.
Keywords: paper spray ionization;fonte ambiente de ionização;cocaína
Issue Date: 9-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: TOSATO, F., Aplicação da Espectrometria de Massas Ambiente Por Paper Spray Ionization na Identificação e Quantificação de Cocaína e no Controle de Qualidade de Bebidas
Abstract: Análises rápidas, baratas e eficientes são necessárias para as rotinas laboratoriais, principalmente quando aplicada em química forense. As utilizações de fontes ambientes permitem que as análises sejam diretas e rápidas. Assim, são opções inovadoras para melhorar a sensibilidade e seletividade. Neste trabalho, foi desenvolvida uma metodologia utilizando a espectrometria de massas ambiente por paper spray ionization mass spectrometry (PS-MS) para diferentes matrizes de dados: (i) identificar e quantificar cocaína e seus adulterantes a partir da cromatografia em camada delgada acoplada ao PS-MS; (ii) realizar a discriminação ou classificação de dez marcas brasileiras de cervejas em pilsen e lager; e (iii) identificar a falsificação controlada de Uisque com cachaça visando quantificar o volume de cachaça adicionado na mistura. Na análise de cocaína e adulterantes, os padrões foram identificados na CCD e analisados por PS-MS, e uma curva de calibração foi otimizada. A cerveja foi previamente fracionada usando a metodologia de extração em fase sólida (SPE) com água/metanol e os quatro extratos foram caracterizados no modo positivo de ionização, PS(+)MS. Para ambos os casos, foram aplicados de 20 µL do analito sobre a superfície do papel do PS-MS. Na quantificação de cachaça em misturas de whisk-cachaça. Os resultados indicam que, utilização da CCD acoplado ao PS-MS possibilita a identificação de cocaína e seus adulterantes uma ótima linearidade paras as curvas foi encontrada (cocaína (R2 = 0,9989), benzocaína, (R2 = 0,9934), a cafeína (R2 = 0,9988), a fenacetina (R2 = 0,9966), e a lidocaína (R2 = 0,9987)) e LOD inferior ao da técnica de CCD. Para as amostras de cerveja os sinais de açúcares se sobressaem sobre os demais grupos, e após a extração com água/metanol foi possível distinguir os espectros das diferentes marcas de cervejas e classifica-las em pilsen e lager pela técnica de PCA. Utilizando o PS(±)-MS e PLS com seleção de variáveis foi possível estimar quantitativamente o teor de cachaça misturado ao uísque. Com isso, utilização de fontes ambientes, como PS mostra-se eficaz para identificação de diversas matrizes, facilitando as análises de rotina.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7341
Appears in Collections:PPGQUI - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_10611_Flavia Tosato.pdf3.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.