Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7344
Title: Síntese e Caracterização de Membranas de Quitosana-Colágeno Carregada com Nanopartículas de Prata para Aplicação como Biomaterial
metadata.dc.creator: VIRGENS, J. N.
Keywords: biomaterial;chitosan;collagen;membrane;nanoparticles;si
Issue Date: 5-Apr-2017
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: VIRGENS, J. N., Síntese e Caracterização de Membranas de Quitosana-Colágeno Carregada com Nanopartículas de Prata para Aplicação como Biomaterial
Abstract: Os denominados biopolímeros, destaque para a quitosana (QUI) e o colágeno (COL), vêm desempenhando um papel importante como biomateriais, esse novo campo de pesquisa na última década tem alcançado avanços notáveis nas áreas de substituição, reconstituição e regeneração tecidual, pois os mesmos apresentam características essenciais como biocompatibilidade, biodegrabilidade e não-citotoxidade. Este trabalho consiste na obtenção e caracterização de membranas de quitosana/colágeno carregadas com nanopartículas de prata obtidas por mistura das soluções poliméricas em diferentes proporções em massa e posterior evaporação do solvente, já as nanopartículas de prata foram obtidas na própria matriz polimérica. As membranas quitosana/colágeno carregadas com nanopartículas de prata foram caracterizadas através das técnicas de infravermelho com transformada de Fourier (FTIR), raios X (DRX), microscopia eletrônica de varredura (MEV), microscopia eletrônica de transmissão (MET) e espectroscopia de energia dispersiva (EDX). Os resultados obtidos demostraram que o método de síntese das membranas por evaporação e a síntese das nanopartículas de prata na matriz polimérica foram realizados com muita eficiência e comprovados pelos resultados obtidos. As blendas de quitosana-colágeno otidas e analisadas por MEV apresentaram uma morfologia formada por estruturas porosas e interconectadas. A proporção em massa de QUI/COL foi importante para a manuntenção da estrutura do colágeno uma vez que na proporção 3:1 (m/m de QUI-COL) observou-se através do espectro vibracional uma diminuição da razão entre os picos de 1235 cm-1 e 1450 cm-1 respectivamente, o que sugere que o aumento da proporção de quitosana acarreta em uma perda da integridade proteíca do colágeno. As nanopartículas de cloreto de prata agregadas a matriz polimérica da quitosana obtidas tinha tamanho médio de 25 nm confirmadas por MET, no difratograma de raios X foram observado picos padrões para nanopartícula de cloreto de prata, no EDX do precipitado obtido da síntese das nanopartículas de prata foi observado além dos elementos prata e cloro a presença dos elementos carbono e oxigênio que confirmam a presença da matriz da quitosana aderida às nanopartículas de cloreto de prata.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7344
Appears in Collections:PPGQUI - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_10826_DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (JONACIR NOVAES DAS VIRGENS (1).pdf2.83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.