Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/751
Title: Liberação de nutrientes pela palhada de milheto em diferentes estádios fenológicos
Other Titles: Nutrient release from pearl millet in different phenological stages
metadata.dc.creator: Carpim, Lília Karla
Assis, Renato Lara de
Braz, Antonio Joaquim Braga Pereira
Silva, Gilson Pereira
Pires, Fábio Ribeiro
Pereira, Vinícius Cruvinel
Gomes, Graciely Vilela
Silva, Alessandro Guerra da
Keywords: Planta de cobertura;Bolsas de decomposição;Cover crop;Decomposition bags;Pennisetum glaucum
Issue Date: Oct-2008
Citation: CARPIM, Lília Karla et al. Liberação de nutrientes pela palhada de milheto em diferentes estádios fenológicos. Rev. Bras. Ciênc. Solo, Viçosa, v. 32, n. spe, p. 2813-2819, out./dez. 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbcs/v32nspe/27.pdf>. Acesso em: 18 maio 2011.
Abstract: Este estudo foi realizado na área experimental da Faculdade de Agronomia da FESURV - Universidade de Rio Verde, no sudoeste de Goiás, em um Latossolo Vermelho distroférrico textura argilosa, no período de outubro de 2004 a maio de 2005. Seu objetivo foi avaliar a liberação de nutrientes na palhada de milheto (Pennisetum glaucum), cultivar ADR300, em diferentes estádios fenológicos (pré-emborrachamento, pré-florescimento e início do florescimento). Utilizou-se essa cultura como cobertura de solo para o sistema plantio direto, em parcelas com área total de 9 m2. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com parcelas subdivididas no tempo, com quatro repetições. Para avaliar a liberação de nutrientes, foi utilizado o método de bolsas de decomposição. Após o manejo do milheto, as avaliações de decomposição da palhada foram realizadas em intervalos de 30 dias, até 150 dias após o manejo. O maior acúmulo de nutrientes foi no estádio fenológico de início do florescimento. A dinâmica da liberação de nutrientes foi diferente em todos os estádios fenológicos com exceção para o K; este foi o nutriente mais facilmente liberado, independentemente do estádio fenológico.
ABSTRACT This study was carried out in an experimental area of the Faculdade de Agronomia of the Universidade de Rio Verde, from October 2004 to May 2005, in a clayey dystroferric Red Latosol (Oxisol). The purpose of the experiment was to evaluate nutrient release from Pennisetum glaucum straw, cv. ADR300, in three different phenological stages (pre-booting, pre-flowering and early flowering). Pennisetum glaucum was used as cover crop in a no tillage system, in a randomized block design, and split plots in time, with four replications, totalizing 9 m2. To evaluate nutrient release, a decomposition bag system was used. After Pennisetum glaucum management, decomposition was evaluated during 150 days, at intervals of 30 days. Nutrient accumulation was highest at the early flowering stage. Nutrient release dynamics differed in all phenological stages, with exception of K, which was the nutrient of easiest release, regardless of the phenological stage.
Description: Trabalho apresentado no XXXI Congresso Brasileiro de Ciência do Solo (2007 : Gramado, RS)
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/751
ISSN: 0100-0683
Appears in Collections:DCAB - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
27.pdf843.54 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons