Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7597
Title: Alterações biométricas e nutricionais de genótipos de Coffea canephora Conilon BRS Ouro Preto submetidos a disponibilidades hídricas
metadata.dc.creator: REINICKE, L. C. T. S.
Keywords: seca;estresse;eficiência de uso da água;irrigação
Issue Date: 21-Feb-2017
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: REINICKE, L. C. T. S., Alterações biométricas e nutricionais de genótipos de Coffea canephora Conilon BRS Ouro Preto submetidos a disponibilidades hídricas
Abstract: O incorreto suprimento da demanda hídrica afeta o metabolismo do cafeeiro Conilon. No entanto, genótipos de uma mesma variedade podem apresentar respostas diferenciadas perante situações de estresse, sendo susceptível ou tolerante. Assim, objetivou-se avaliar a biometria e nutrição de genótipos de café da variedade Conilon BRS Ouro Preto sob diferentes disponibilidades hídricas. O experimento foi realizado em casa de vegetação na área experimental da Embrapa Rondônia (CPAFRO), localizada no município de Ouro Preto do Oeste-RO. Foi conduzido em um esquema fatorial 15x2, constituído pela combinação de 15 genótipos da variedade Conilon BRS Ouro Preto com duas disponibilidades hídricas. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados com quatro repetições. Quanto ao fator disponibilidade hídrica, foi adotado o nível de 100% de água disponível (AD100%) no solo para o tratamento controle, e para déficit hídrico a umidade referente a 25% de água disponível no solo (AD25%). Aos 150 dias após a implementação dos regimes hídricos foram avaliados número de folhas (NF), comprimento do ramo ortotrópico (CRO), área foliar (AF), diâmetro do caule (DC), volume de raiz (VR), massa seca de folhas (MSF), massa seca do ramo ortotrópico (MSRO), massa seca da parte aérea (MSPA), massa seca do sistema radicular (MSSR), razão entre massa seca de raiz e parte aérea (RMRPA), massa seca total (MST), concentração de nitrogênio (N), fósforo (P), potássio (K), Cálcio (Ca), magnésio (Mg) e enxofre (S) e eficiência de uso da água (EUA). A menor disponibilidade hídrica afetou negativamente a maioria das características avaliadas na cultivar, indicando menor crescimento e acúmulo de matéria seca. A disponibilidade hídrica no tratamento AD25%, embora tenha reduzido os teores foliares de N, K, Ca, Mg e S em relação ao AD100%, estes se mantiveram na faixa de concentração adequada para a cultura. Com relação à eficiência de uso da água observou-se que esta foi maior em cafeeiros cultivados com menor disponibilidade hídrica. No que diz respeito aos diferentes genótipos, observou-se que estes apresentaram diversos comportamentos frente às situações estudadas, formando grupos com genótipos de comportamento semelhante para cada uma das características avaliadas, o que é reflexo da diferença genética existente entre os materiais que compõem a variedade. Palavras-chave: seca; estresse; eficiência de uso da água; irrigação; déficit hídrico
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7597
Appears in Collections:PPGPV - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_9666_Larissa C Torrezani Starling.pdf584.57 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.