Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7618
Title: Mapeamento do estado nutricional, produtividade e qualidade da bebida do cafeeiro conilon
metadata.dc.creator: FONSECA, A. S.
Keywords: DRIS;Balanceamento nutricional;Rendimento;Lógica Fuzzy
Issue Date: 13-Apr-2018
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: FONSECA, A. S., Mapeamento do estado nutricional, produtividade e qualidade da bebida do cafeeiro conilon
Abstract: O Brasil é responsável por cerca de um terço da produção mundial de café, o que o torna o maior produtor e exportador do produto. As localidades onde se cultivam o café têm grande diversidade de características edafoclimáticas, permitindo o cultivo de diversos genótipos com diferentes qualidades de bebida. Essa característica de produção coloca o país em uma condição confiável para atender as diversas demandas dos compradores nacionais e internacionais. Dentre os fatores que influenciam o crescimento, o desenvolvimento e a composição química dos frutos do cafeeiro, têm-se: água, luz, temperatura, genótipo, manejo cultural e nutrição mineral, tidos como necessários para maximizar a produtividade do cafeeiro de maneira sustentável. O objetivo do estudo foi estudar a variabilidade espacial do estado nutricional, produtividade e análise sensorial de bebida do cafeeiro conilon, com auxílio dos métodos DRIS e DOP e utilizando a geoestatística e a lógica fuzzy, bem como avaliar a relação entre os nutrientes no tecido foliar e os atributos químicos do solo utilizando a correlação canônica. O trabalho foi desenvolvido no município de Cachoeiro de Itapemirim, na comunidade Boa Vista, Distrito de São Vicente (20º3731 de latitude S e 41º0522 de longitude W) e altitude média de 520,0 m. De acordo com a classificação climática de Koppen-Geiger (1928), a região possui categorização Cwa. O solo da área foi classificado como Cambissolo, de textura argilo- arenosa. A espécie vegetal utilizada foi a Coffea canephora Pierre, de propagação por sementes no espaçamento de 1,5m x 1,5m (4.444 plantas ha-1). As temperaturas, máxima e mínima, na safra 2015/16 foram de 33,23°C e 15,8°C, respectivamente, com uma precipitação pluvial anual acumulada de 820 mm. Na safra 2016/17 a temperatura máxima foi de 32,71°C e mínima de 14,72°C, com uma precipitação anual acumulada de 1167 mm. Na área experimental foram utilizados 80 pontos amostrais que constituíram a grade irregular, identificados com marcadores de metal, sendo o levantamento topográfico realizado por meio de uma estação total, com área útil de cada ponto amostral de 6,75 m2. A colheita dos frutos foi não seletiva com derriça manual em peneira nas safras 2015/16 e 2016/17. Os resultados do estudo mostraram que a lavoura apresenta desequilíbrio nutricional pela variação da deficiência e excesso de nutrientes. Os métodos DRIS e DOP apresentaram diferença significativa quando comparou a frequência em que os índices de nutrientes se apresentaram como mais negativos ou mais positivos na safra 2015/16. As metodologias DRIS e DOP complementam a avaliação pela faixa de suficiência por permitir o cálculo do ∑DOP e IBN. Esses índices de balanço nutricional são usados para comparar o estado nutricional de diferentes lavouras. Os índices avaliados apresentaram variabilidade espacial da área de estudo. Na análise canônica, houve relação direta entre a concentração de potássio no tecido foliar com o potássio no solo nas duas safras. Sendo que outros atributos de solo, como Matéria Orgânica, Ferro, Manganês e Enxofre também influenciaram nessa relação, mostrando que os atributos de solo no grupo independente interagem em conjunto sobre os nutrientes no tecido foliar. Os resultados obtidos demonstram a possibilidade de utilização da correlação canônica para realizar inferências a respeito da interação entre nutrientes no tecido foliar e atributos de solo em Coffea canephora. A produtividade do cafeeiro, massa de grãos, variáveis de rendimento e variáveis biométricas apresentaram dependência espacial nas duas safras estudadas, com ajuste de semivariograma aos modelos esférico e exponencial. A estimativa da produtividade utilizando variáveis biométricas apresenta similaridade com a cokrigagem, indicando que as covariáveis são eficientes na estimativa da produtividade. As médias da nota global para a bebida de café conilon de propagação seminal encontram-se no intervalo classificado como café muito bom (CMB), nas duas safras. Não houve variação temporal entre as médias das notas globais e atributos da análise sensorial que caracterizam a qualidade da bebida do café conilon, nas duas safras estudadas. Com a aplicação da classificação fuzzy observou-se variabilidade espacial para a nota global da bebida na área nas duas safras, o que não ocorreu quando se utilizou os valores observados na análise sensorial.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7618
Appears in Collections:PPGPV - Teses de doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_9006_Abel Souza da Fonseca.pdf2.22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.