Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/767
Title: Metodologia para obtenção do hidrograma de escoamento superficial em encostas e canais. Parte I: desenvolvimento e avaliação
Other Titles: Methodology for obtention of superficial flow hydrograph in hillsides and canals. Part I: development and evaluation
metadata.dc.creator: Silva, José Márcio Alves da
Pruski, Fernando Falco
Silva, Demetrius David da
Cecílio, Roberto Avelino
Keywords: Modelagem hidrológica
Issue Date: Sep-2006
Citation: SILVA, José M. A. et al. Metodologia para obtenção do hidrograma de escoamento superficial em encostas e canais. Parte I: desenvolvimento e avaliação. Eng. Agríc., Jaboticabal, v. 26, n. 3, p. 695-703, set./dez. 2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/eagri/v26n3/05.pdf>. Acesso em: 02 dez. 2011.
Abstract: Desenvolveu-se uma metodologia que permite obter o hidrograma de escoamento superficial e a vazão máxima para qualquer posição ao longo de uma encosta e para seções transversais de canais utilizando o modelo de ondas cinemáticas. A área da encosta é dividida num sistema matricial composto por 100 linhas e 100 colunas. Na encosta, considera-se que o escoamento ocorre na direção da declividade e que a vazão de cada pixel é a soma da vazão produzida nesse com a vazão advinda dos pixels que contribuem com o escoamento superficial para o pixel em análise. No canal, a vazão é calculada pela soma dos hidrogramas advindos das colunas do sistema reticulado. A comparação entre os valores de lâmina e vazão máxima de escoamento superficial obtidas experimentalmente e calculadas em duas condições (encosta e bacia) permitiu evidenciar que a metodologia, comparada aos métodos Racional e do Número da Curva, ofereceu boas estimativas tanto da lâmina quanto da vazão máxima de escoamento superficial.
It was developed a methodology that allows obtaining the hydrograph of superficial flow and maxim flow of any position along a hillside and transversal sections of canals. The area of the hillside is divided in a matrix system having 100 lines and 100 columns. It was considered that the flux occurs in the direction of the hillside's slope and the flow of each pixel is the addition between its own flow and the flows that come from the pixels that contribute to the superficial flow in the pixel under analysis. In the canal the flow is taken as the addition of the hydrographs that come from the columns in the reticular system. By the new methodology the comparison of the total volume and maximum surface runoff flow values, obtained in two experimental conditions (hillside and hydrographic basin), allowed to conclude that the new model provided good performance when compared to the Rational Method and the Curve Number Method
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/767
ISSN: 0100-6916
Appears in Collections:DEF - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
05.pdf147.18 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons