Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7939
Title: Efeitos do Sulfato de Magnésio Intracerebroventricular nas Crises Convulsivas Induzidas Pelo Pentilenotetrazol em Ratos
metadata.dc.creator: OLIVEIRA, L. D. B.
Issue Date: 28-Apr-2006
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: OLIVEIRA, L. D. B., Efeitos do Sulfato de Magnésio Intracerebroventricular nas Crises Convulsivas Induzidas Pelo Pentilenotetrazol em Ratos
Abstract: Déficits neuropsicológicos já foram demonstrados no Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e usualmente estão associados a prejuízos acadêmicos e nos relacionamentos sociais. Este estudo investigou o efeito do tratamento por doze meses do metilfenidato (MFD) em crianças e adolescentes com TDAH em uma bateria neuropsicológica para avaliar o nível intelectual, desempenho escolar, e, sobretudo as funções frontais. Setenta crianças e adolescentes (7 a 14 anos), de ambos os sexos, procedentes de serviços de atendimento público ou privado e de escolas públicas ou privadas, triados através da Escala de Swanson, Nolan and Pelham (SNAP IV) e Escala Abreviada de Conners, e com diagnóstico de TDAH pelo DSM-IV, foram submetidos à avaliação neuropsicológica antes e após 6 e 12 meses de tratamento com MFD. Um grupo controle (n = 39) foi pareado por idade, escolaridade, classe socioeconômica e desenvolvimento puberal. A bateria neuropsicológica consistiu de: (1) Matrizes Progressivas Coloridas de Raven (eficiência intelectual); (2) Teste de Desempenho Escolar (TDE); (3) Teste de Repetição de Dígitos ordem direta e inversa;(4) Teste de Códigos B (WISC III); (5) Teste de substituição símbolo/dígitos; (6) Blocos de Corsi ordem direta e inversa; (7) Teste de Construção de Trilhas A e B; (8) Teste de Cartões de Wisconsin, (9) Teste de pseudopalavras para crianças brasileiras (BCPR); (10) Teste de Cancelamento d2; (11) TAVIS-3R; (12) Lista de Palavras. Na aplicação das escalas de Conners (fator hiperatividade) e SNAP-IV (sub-escalas desatenção e hiperatividade), foi observado que estas escalas são satisfatórias para a percepção das manifestações, especialmente pelos pais, e principalmente para os sintomas de hiperatividade e impulsividade, não sendo muito eficazes na detecção da desatenção. Houve, contudo, correlação positiva significativa entre os resultados dos pais e professores na escala de Conners, mas não para a escala SNAP-IV. Na comparação entre os grupos, o grupo TDAH apresentou déficits nas habilidades de leitura, escrita e aritmética comparado ao controle. Na avaliação neuropsicológica o grupo TDAH apresentou déficits de atenção seletiva, sustentada e alternada, déficits de funções executivas, memória operacional e comprometimento das memórias de curto e longo prazo comparado ao controle. Desta forma, o comprometimento do rendimento escolar poderia ser secundário às disfunções cognitivas observadas. No grupo TDAH o tratamento com o metilfenidato (MFD) foi iniciado após a primeira avaliação
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7939
Appears in Collections:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_3599_Dissertação Luziene Dalmaschio Biasutti de Oliveira.pdf969.7 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.