Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8016
Title: AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DO TRATAMENTO COM SILDENAFIL SOBRE CÉLULAS DE MEDULA ÓSSEA DE CAMUNDONGOS HIPERCOLESTEROLÊMICOS
metadata.dc.creator: BERNARDES, F. P.
Issue Date: 30-Dec-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: BERNARDES, F. P., AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DO TRATAMENTO COM SILDENAFIL SOBRE CÉLULAS DE MEDULA ÓSSEA DE CAMUNDONGOS HIPERCOLESTEROLÊMICOS
Abstract: A hipercolesterolemia, além de ser um dos principais fatores que levam ao desenvolvimento da aterosclerose, provoca danos oxidativos e genotóxicos em células de medula óssea. O Sildenafil tem sido utilizado com sucesso em pesquisas cardiovasculares e, no caso da aterosclerose, demonstra efeitos positivos na diminuição do estresse oxidativo e de marcadores de danos genotóxicos em modelos experimentais de aterosclerose (camundongo knockout para a apolipoproteina E - apoE-/-). Neste trabalho foi testada a hipótese de que o tratamento com Sildenafil seria capaz de melhorar possíveis danos que a hipercolesterolemia comprovadamente causa nas células de medula óssea de camundongos apoE-/-. Foram utilizados camundongos machos com 03 meses de idade divididos em três grupos: controle C57BL/6 (C57), veículo (apoE-/- V) e tratado (apoE-/- S) os quais foram submetidos ao tratamento com Sildenafil 40mg/Kg/Dia ou Veículo por três semanas. Durante o período de tratamento foram feitas coletas de sangue periférico e no último dia de tratamento as células de medula óssea dos fêmures e tíbias foram isoladas e submetidas a protocolos de citometria de fluxo, dosagem de colesterol plasmático e teste do micronúcleo. O estresse oxidativo foi avaliado por meio da determinação dos níveis das Espécies Reativas de Oxigênio (EROs) ânion superóxido (&#61589;O2-) e peróxido de hidrogênio (H2O2) nos ensaios de citometria de fluxo DHE e DCF, respectivamente. Foram adquiridas informações acerca das fases do ciclo celular das células de medula óssea por meio de marcação com Iodeto de Propídeo (PI) e a estimativa de danos genotóxicos e citotóxicos foi feita por meio do teste do micronúcleo de medula óssea e de sangue. Os dados obtidos foram submetidos à Análise de Variância (ANOVA) de uma via seguida do post hoc de Fisher ou, quando cabível, ao teste t de student para amostras independentes e os resultados estão expressos como média ± EPM e considerados estatisticamente significativos quando *p < 0,05. Os dados relativos às EROs indicam que animais apoE-/- V apresentam maiores níveis de ânion superóxido quando comparados ao grupo controle (C57) e ao grupo que recebeu Sildenafil (apoE-/- V: 2217,6±361,0* versus C57: 1128,2±28,0 versus apoE-/- S: 1125,7±190,8#). Os níveis de H2O2 também se apresentaram aumentados no grupo apoE-/- V, com valores de 2847,0±191,0* versus C57: 2181,0±107,7 versus apoE-/- S: 2107,0±80,60#. Quanto às características do ciclo celular, os valores obtidos apontaram para uma maior fragmentação de DNA nos animais do grupo veículo com relação ao controle e ao tratado (apoE-/- V: 2,14±0,12* versus C57: 1,59±0,10 versus apoE-/- S 1,31±0,11#). Também constatou-se no grupo veículo uma maior proporção de células de medula óssea no momento G0/G1 (apoE-/- V: 75,45±0,70* versus C57: 68,60±0,53 versus apoE-/- S: 67,75±1,60#). Além disso, os dados de micronúcleo sugerem que os animais hipercolesterolêmicos que não receberam tratamento com Sildenafil apresentam danos genotóxicos expressivos na medula (apoE-/- V: 6,4±0,35* versus C57: 3,5±0,27 versus apoE-/- S: 5,0±0,41#) e no sangue (apoE-/- V: 7,6±0,80* versus C57: 4,0±0,37 versus apoE-/- S: 3,95±0,40#) em comparação ao grupo tratado com Sildenafil. Em conjunto, os resultados indicam que o tratamento com Sildenafil em camundongos hipercolesterolêmicos foi capaz de produzir efeitos benéficos no ambiente medular demonstrados pela menor produção de EROs, menor quantidade de DNA fragmentado e menor quantidade de células micronucleadas na medula óssea e no sangue periférico. Palavras-chave: hipercolesterolemia, EROS, dano genotóxico, Sildenafil.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8016
Appears in Collections:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_9528_DISSERTAÇÃO FRANCIANE BERNARDES20151230-94139.pdf1.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.