Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8159
Title: Análise Perfilométrica e Por Tomografia de Coerência Óptica da Rugosidade Superficial e do Desgaste do Esmalte Bovino Microabrasionado Com Diferentes Materiais e Pontas
metadata.dc.creator: XAVIER, H. S.
Issue Date: 11-Oct-2011
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: XAVIER, H. S., Análise Perfilométrica e Por Tomografia de Coerência Óptica da Rugosidade Superficial e do Desgaste do Esmalte Bovino Microabrasionado Com Diferentes Materiais e Pontas
Abstract: Os objetivos deste estudo, in vitro foram: analisar por Perfilometria Digital 3D (PD) a rugosidade superficial(Sa) e o desgaste(D) e por Tomografia de Coerência Óptica(OCT) o D do esmalte bovino microabrasionado com diferentes materiais, Ácido Fosfórico + Pedra-Pomes(A) e Opalustre®(O) e pontas aplicadoras, Taça(T), Cônica(C) e Opal Cups®(O). Para tanto, dentes bovinos (n=18) foram previamente planificados e polidos. Os materiais associados às pontas aplicadoras originaram 6 grupos (n=3): AT, AC, AO e OT, OC, OO. As medidas de Sa e D foram realizadas antes e após a microabrasão, que compreendeu 6 aplicações de cada material em baixa rotação (12000rpm, 39lbs/pol2), por 10s, sob carga de 30g, intercaladas por lavagem e secagem. Observou-se diferença estatística significante na Sa final entre as pontas, tanto para A (AT=0,384µm; AC=0,305µm; AO=0,442µm, Kruskal-Wallis, Mann-Whitney, p<0,05) quanto para O (OT=0,434µm; OC=0,526µm; OO=0,274µm; Kruskal-Wallis, Mann-Whitney, p<0,05). Na análise do D, realizada pelo PD, observou-se que os materiais associados à Taça (OT=225,2000µm e AT=167,3000µm) promoveram maiores valores de D do que quando associados à Opal Cups® (OO=95,5000µm e AO=78,1000µm), e ponta Cônica (OC=76,2000µm e AC=44,7000µm; Kruskal-Wallis, Mann-Whitney p<0,05). Pela OCT observou-se, do mesmo modo, que os materiais associados à Taça (OT=208,6460µm e AT=163,6890µm) promoveram maiores valores de D do que quando associados à Opal Cups® (OO=99,7115µm e AO=55,3310µm), seguidos da ponta Cônica (OC=69,1650µm e AC=42,3630µm; Kruskal-Wallis, Mann-Whitney p<0,05). Não houve diferença estatística entre os equipamentos na análise do D. Concluiu-se que as associações do Ácido fosfórico e PP com ponta Cônica e do Opalustre® com Opal Cups® promoveram a maior lisura superficial; que o D com ambos materiais abrasivos (A e O) associados às três pontas (T, O e C) foi confirmado pelos dois equipamentos (PD e OCT), provando a técnica de OCT ser um método de aferição de desgaste confiável. Palavras-chave: Microabrasão do esmalte. Desgaste dos dentes. Tomografia de Coerência Óptica. Propriedades de superfície.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8159
Appears in Collections:PPGCO - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_5139_HAMILTON XAVIER - DISSERTAÇÃO - FINAL.pdf20.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.