Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8302
Title: Desempenho do aparato fotossintético em função das citocininas empregadas durante a fase de multiplicação in vitro de Aechmea blanchetiana (Bromeliaceae)
metadata.dc.creator: ROSA, W. S.
Keywords: Cultura de tecidos vegetais;Fluorescência da clorofila a;F
Issue Date: 9-Nov-2017
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: ROSA, W. S., Desempenho do aparato fotossintético em função das citocininas empregadas durante a fase de multiplicação in vitro de Aechmea blanchetiana (Bromeliaceae)
Abstract: A cultura de tecidos pode contribuir para a propagação de diversas espécies vegetais de importância ecológica ou ameaçadas de extinção, tais como as bromélias. Durante a fase de multiplicação in vitro, o emprego de citocininas pode ser indispensável para a indução de brotos laterais em diversas espécies. Contudo, análises sobre as desordens fisiológicas induzidas pelos fitorreguladores ainda não é bem entendida, principalmente sobre o aparato fotossintético. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de citocininas em função da concentração, na taxa de multiplicação, no desempenho do aparato fotossintético e na funcionalidade estomática de Aechmea blanchetiana durante a fase de multiplicação in vitro. Plantas de A. blanchetiana previamente estabelecida in vitro foram inoculadas em meio MS suplementado com 6-benzilaminopurina (BAP) ou 6-furfurilaminopurina (KIN) nas concentrações: 0, 5, 10, 15 e 20 μM. Após 60 dias de exposição aos fitorreguladores, foi analisada a taxa de multiplicação, o desempenho do aparato fotossintético (fluorômetro portátil Handy PEA) e a caracterização da funcionalidade estomática dos explantes em função dos tratamentos. Não foi observada formação de brotos na ausência de citocininas exógenas (controle). O uso de KIN não induziu formação de brotos e nem incremento de massa fresca, independentemente da concentração utilizada. Foi verificado incremento significativo de massa fresca e de brotos em plantas cultivadas com BAP, à medida que aumentou a concentração. O tipo e a concentração de citocininas também influenciaram o aparato fotossintético das plântulas. A fluorescência transiente da clorofila a apresentou forma típica das curvas OJIP com pontos J e I bem definidos. Foi observada a redução na produção quântica (Fv/Fm) em função da concentração, em todos tratamentos com citocininas exógenas, exceto, para o tratamento com 5μM de BAP. O decréscimo mais acentuado em produção quântica foi verificado nas plantas tratadas com KIN. Na avaliação anatômica, foi encontrada uma redução da funcionalidade estomática, em resposta ao aumento da concentração de citocininas. As citocininas exógenas influenciam a fisiologia do aparato fotossintético e a anatomia de plântulas de A. blanchetiana durante a multiplicação in vitro. A KIN não é indicada para a multiplicação desta espécie in vitro. O emprego de BAP em menores concentrações proporcionou a quebra da dominância apical e a formação de brotos, com menor grau de distúrbios no aparato fotossintético dos brotos formados.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8302
Appears in Collections:PPGBT - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_11486_90-Waldesse Storch Rosa.pdf1.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.