Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8417
Title: Diversidade e inclusão no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa: concepções de professores de um município do extremo norte do Espírito Santo
metadata.dc.creator: SANTIAGO, G. A.
Keywords: Pacto Nacional Pela alfabetização na Idade Certa
Issue Date: 21-Mar-2016
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SANTIAGO, G. A., Diversidade e inclusão no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa: concepções de professores de um município do extremo norte do Espírito Santo
Abstract: Nos últimos anos, a alfabetização tem recebido especial atenção na tentativa de diminuição da taxa de analfabetismo, dentre as ações, destacamos o Pacto Nacional Pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), cuja proposta é alfabetizar as crianças até os oito anos de idade. A pesquisa foi realizada com professores-cursistas do Programa no município de Pedro Canário/ES. Tivemos como objetivo geral deste estudo, analisar os conceitos de diversidade e inclusão presentes no PNAIC e as concepções de professores alfabetizados do Município de Pedro Canário sobre esses conceitos. A metodologia adotada para a realização do trabalho foi a abordagem qualitativa, através do método estudo de caso exploratório, cuja coleta de dados utilizou-se da análise documental de cinco Cadernos do PNAIC e da realização de entrevistas semiestruturadas com oito professores-cursistas. Os achados da pesquisa apontam para, discutidos a partir do referencial teórico selecionado: Vygotsky (1997, 2009, 2010) e Bakhtin (2011). Ao término das análises dos cadernos, percebemos que nos Cadernos de 2013 o tema Inclusão e Diversidade foi trabalhado em três cadernos como sinônimo de heterogeneidade, ou seja, pluralidade de gostos, gêneros, ideias e etc, no caderno de Educação Especial trabalhado no mesmo ano os apontamentos apresentados estão norteados em somente descrever as deficiências dos estudantes e o caderno trabalhado no ano de 2014, com foco à matemática, apresenta textos mais fluidos e um direcionamento mais claro do papel da Inclusão na alfabetização. Com relação às entrevistas, podemos perceber que a segregação ainda é forte nas salas de aula, embora a maioria das professoras souberam relatar a proposta de Inclusão e Diversidade presentes na formação do PNAIC, ainda há muito o que se trabalhar para que a proposta se concretize na sala de aula.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8417
Appears in Collections:PPGEEB – Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_9638_14 - Gracielle Alves Santiago.pdf1.93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.