Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8560
Título: Sustentabilidades praticadaspensadas : lampejos de pirilampos das escolas de dificílimo acesso de Duque de Caxias/RJ
Autor(es): Baroni, Patrícia Raquel
Orientador: Tristão, Martha
Data do documento: 26-Fev-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O objetivo desta tese é cartografar as lutas pela sobrevivência enquanto modos de (re)existência nas escolas-pirilampo tecidas como subversões em um modelo que as subalterniza, considerando a complexidade das relações cotidianas, os processos de invisibilização que atuam em tais relações e as redes de solidariedade que emergem dessas práticas, buscando, a partir do campo da Educação Ambiental, destacar sua potência ecopolítica. A partir da proposição de vaga-lumes que resistem aos holofotes das grandes cidades, apresento sobrevivências produzidas cotidianamente por unidades escolares que convivem com o assombro do fechamento em razão do baixo quantitativo de alunos, da distância dos centros urbanos e do ―alto‖ custo de manutenção para a prefeitura. Tais escolas localizam-se em áreas nomeadas pela administração municipal de Duque de Caxias/RJ como sendo de dificílimo acesso. Ao longo da tese, procurei elencar as associações de humanos e não-humanos na constituição do mundo comum como um modo de (re)existência para as escolas-pirilampo. O viés metodológico que permitiu a identificação dessas sobrevivências foi a emissão de cinco lampejos produzidos a partir do pesquisar com culturasnaturezas. As narrativas praticadaspensadasproduzidas no campo de pesquisa são apresentadas tendo como fio condutor a proposição de brilhos menores que se enredam para a tessitura das reflexões conclusivas. Como conclusões, apresento a possibilidade de conhecer as sobrevivências dos pirilampos partindo de um modo também pirilampo de pesquisar e a proposição de que quando seguimos o brilho intermitente dos vaga-lumes e conhecemos modos outros de ser e estar no mundo e, assim sendo, também nos tornamos luccioles. Tal voo conjunto com o campo de pesquisa nos conduz à tão necessária ecopolítica. O bom encontro com saberes outros, tecidos por praticantes vaga-lumes que resistem diariamente aos holofotes de quem se aprisiona na produção de conhecimento socialmente valorizado, compõe as sustentabilidades praticadaspensadas numa ecologia de saberes. São essas sustentabilidades que vêm garantindo que as unidades escolares de dificílimo acesso permaneçam com seus lampejos vivos.
The aim of this thesis is to map the struggles for survival while ways of (re) existence in firefly-schools woven as subversions in a model that subalternizes them, considering the complexity of everyday relationships, the invisibilization processes that act in such relationships and the solidarity networks that emerge from these practices seeking,, from the field of Environmental Education, to highlight their ecopolitical power. From the firefly proposition, that these units resist the spotlight of the big cities, I present survivals produced daily by school units that live with the threat of closure due to the low a omunts of students, distance to urban centers and high maintenance costs for the city. These schools are located in areas named by the Duque de Caxias/RJ municipal administration as being of very difficult access. Throughout the thesis, I attempted to list the human and non-human associations in the constitution of the common world as a (re)existence way for firefly-schools. The methodological bias that allowed the identification of these survivals was the issue of five flashes produced from searching with natureculture. Practicedthought Narratives in the research field are presented having as guide the proposition of smaller sparkles that are entwined in the weaving of conclusive reflections. As conclusions, I present the possibility of knowing the survivals of fireflies starting from an also firefly way of research and the proposition that, when we follow the intermittent glow of fireflies and get to know ways other of being in the world and, therefore, we also are become luccioles. Such joint flight with the research field leads to much needed ecopolitics. The good meeting with other knowledge, created by practicing fireflies who daily resist the spotlight of those who imprison themselves in socially valued knowledge production, make up the practicedthought sustainabilities in knowledge ecology. It is these sustainabilities that have ensured that school units of very difficult access maintain their living flashes
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8560
Aparece nas coleções:PPGE - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9774_TESE final -Patricia Baroni.pdf20.99 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.