Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9033
Title: "Conflito interpessoal entre brasileiros e entre brasileiros e estrangeiros no local de trabalho: o caso de empresas multinacionais de Manaus-AM"
metadata.dc.creator: MARTINS, G. de C.
Issue Date: 27-Aug-2009
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: MARTINS, G. de C., "Conflito interpessoal entre brasileiros e entre brasileiros e estrangeiros no local de trabalho: o caso de empresas multinacionais de Manaus-AM"
Abstract: A organização pode ser vista como uma complexa rede de relacionamentos cujo funcionamento depende de uma adequada comunicação e integração entre as pessoas. Neste sentido, os conflitos interpessoais fazem parte do ambiente organizacional e afetam tanto a vida dos trabalhadores quanto das organizações. O objetivo desta pesquisa foi descrever e analisar conflitos de natureza interpessoal entre trabalhadores brasileiros e entre brasileiros e estrangeiros no setor eletro-eletrônico da Zona Franca de Manaus. Brasileiros com idades entre 21 e 65 anos participaram da pesquisa. Os dados foram coletados por meio de questionários e entrevistas acerca dos conflitos que aconteceram nos locais de trabalho. As causas atribuídas aos conflitos foram organizadas em sete fatores desencadeadores do conflito: (a) Fatores ligados à produtividade e eficiência; (b) Fatores ligados à metodologia do trabalho e planejamento; (c) Fatores ligados à hierarquia e comando ou liderança; (d) Problemas da empresa ou institucionais; (e) Problemas de comunicação e relacionamento interpessoal; (f) Problemas de natureza ética ou moral; (g) Diferenças culturais e educação diferenciada. Os conflitos interpessoais também estão relacionados a fatores culturais, especialmente quando pessoas com diferentes formações culturais e educacionais trabalham juntas em uma mesma organização. Essas diferenças culturais não se restringem a pessoas oriundas de diferentes países. Como observado nesta investigação, mesmo pessoas de mesma nacionalidade podem participar de conflitos atribuídos a diferenças culturais. Essas diferenças, contudo, se ampliam quando os trabalhadores em uma mesma organização são provenientes de países diferentes, trazendo consigo a cultura de seu povo, com práticas sociais e organizacionais próprias de sua cultura. Segundo os dados obtidos, estas diferenças podem gerar maior diversidade de conflitos entre as pessoas de uma organização.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9033
Appears in Collections:PPGP - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_2564_DISSERTAÇÃO DE MESTRADO_GIZELLY DE CARVALHO MARTINS.pdf684.4 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.