Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9159
Title: IDENTIFICAÇÃO E DINÂMICA DE AGREGAÇÃO DE MEROS (EPINEPHELUS ITAJARA) NA REGIÃO SUL DO BRASIL E REGISTRO DE ANOMALIAS ÓSSEAS
metadata.dc.creator: BUENO, L. S.
Issue Date: 28-Oct-2014
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: BUENO, L. S., IDENTIFICAÇÃO E DINÂMICA DE AGREGAÇÃO DE MEROS (EPINEPHELUS ITAJARA) NA REGIÃO SUL DO BRASIL E REGISTRO DE ANOMALIAS ÓSSEAS
Abstract: O mero, Epinephelus itajara, ou senhor das pedras como é conhecido popularmente. Pertence ao grupo das grandes garoupas e é classificado pela IUCN (International Union for Conservation of Nature) como uma espécie criticamente em perigo de extinção e possivelmente já extinta em alguns lugares do mundo, antes mesmo que tenhamos informações sobre sua biologia e ecologia. Devido à sua lenta taxa de crescimento, maturação tardia (cerca de cinco anos), alta longevidade (até quarenta anos), formação de agregados reprodutivos (>100 ind.) em áreas rasas (<50m) e a alta fidelidade ao hábitat fazem com que esta espécie torne-se altamente suscetível à sobrepesca. É um dos maiores peixes ósseos encontrados no oceano Atlântico podendo alcançar mais de 2,3 metros de comprimento e pesar até 400 quilos, grande predador de topo de cadeia apresenta papel ecológico importante modelando as comunidades onde vivem exercendo efeito positivo na abundancia e biodiversidade de peixes recifais destas áreas. A presente tese de doutorado foi elaborada a partir de dados do Projeto Meros do Brasil - Pesquisa e Conservação. Projeto esse que visa aumentar e divulgar o conhecimento sobre esta espécie de peixe na costa do Brasil. Os dados utilizados para este trabalho são provenientes da região sul do Brasil compreendendo o estado do Paraná e Santa Catarina, sendo os ambientes estudados áreas recifais naturais e artificias localizadas em mar aberto. Para obtenção dos dados foram utilizadas quatro diferentes metodologias: censos visuais subaquáticos empregando o método de busca intensiva, captura (anzol e linha de mão) de exemplares devolvidos vivos, marcação (tags externos) e amostragens de exemplares encontrados mortos. Com uma série amostral de 7 anos (2007 a 2014), totalizando 192 horas de mergulhos, 246 amostras (censo visual), 15 exemplares capturados e 67 exemplares marcados com tags. Neste trabalho de forma inédita descrevemos a dinâmica espaço temporal das agregações reprodutivas de meros na região sul do Brasil. A tese esta dividida em quatro capítulos um introdutório e três outros compostos de manuscritos em formato de artigos científicos. O capitulo 1 traz uma introdução geral sobre o mero e agregações reprodutivas. No capitulo 2, é demostrada a época e locais de reprodução do mero na região de estudo além da descrição de tamanho e idade dos meros presentes nas agregações reprodutivas da região. O capitulo 3 trás a tona o uso dos recifes artificias pela espécie e o desaparecimento de agregações reprodutivas relatadas no passado além de dados sobre a movimentação de meros adultos. Já no capitulo 4 temos a descrição de anormalidades ósseas encontradas em meros presentes em agregações reprodutivas no Brasil e na Florida.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9159
Appears in Collections:PPGOAM - Teses de doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8519_Tese Leonardo_08.pdf8.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.