Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9393
Title: A regência variável do verbo de movimento ir na cidade de Vitória-ES
metadata.dc.creator: CITELI, B. G.
Issue Date: 16-Feb-2017
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: CITELI, B. G., A regência variável do verbo de movimento ir na cidade de Vitória-ES
Abstract: Baseando-se nas abordagens teóricas propostas pela Sociolinguística Variacionista, este estudo consiste na análise da variação entre as preposições regentes do verbo ir com sentido de movimento a, para e em, presentes na fala de moradores da cidade de Vitória, localizada no estado do Espírito Santo. Para o desenvolvimento desta pesquisa, foram analisadas quarenta e seis entrevistas que compõem a amostra PortVix O português falado na cidade de Vitória. Inicialmente consideramos as hipóteses de que este fenômeno não ocorre de maneira aleatória e que a preposição em, forma considerada não-padrão pelas gramáticas normativas, ocorre com maior frequência nos dados de fala, visto que esta preposição está sendo usada cada vez mais pelos falantes da língua portuguesa. Diante destas questões, procuramos investigar quais fatores linguísticos e extralinguísticos contribuem para que essa variação ocorra, analisando estatisticamente os dados através do programa computacional GoldVarb X (SANKOFF; TAGLIAMONTE; SMITH, 2005) e posteriormente comparando os resultados obtidos com os de pesquisas realizadas sobre o mesmo fenômeno com diferentes amostras do Português Brasileiro. Os resultados mostraram que a preposição para é a mais utilizada como regente do verbo de movimento ir pelos informantes da comunidade de fala capixaba, seguida das preposições em e a. Além disso, constatamos que as variáveis linguísticas Grau de Definitude, Configuração do Espaço e Narratividade do Discurso e as variáveis sociais Faixa etária e Escolaridade se mostraram significantes em relação à regência variável do verbo de movimento ir, visto que foram selecionadas como estatisticamente relevantes para o fenômeno analisado. Cabe salientar que o presente estudo colabora para as discussões sobre o fenômeno de variação na regência do verbo de movimento ir, pois lança novas discussões sobre tal fenômeno e compara sua atuação em diferentes partes do Brasil. Palavras-chave: Sociolinguística Variacionista, Regência do verbo ir, Fala capixaba
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9393
Appears in Collections:PPGEL - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_10676_DISSERTAÇÃO FINAL - APOS REVISÃO.pdf1.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.