Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9448
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorREIS, J. A. T.
dc.creatorBRINGER, L. M.
dc.date.accessioned2018-08-01T23:58:01Z-
dc.date.available2018-08-01
dc.date.available2018-08-01T23:58:01Z-
dc.date.issued2017-06-14
dc.identifier.citationBRINGER, L. M., Seleção de Sistema de Tratamentos de Esgotos no Âmbito de Bacias Hidrográficas a partir do Emprego de Modelagem de Qualidade, Otimização e da Análise Multiobjetivo.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/9448-
dc.description.abstractRESUMO No Brasil, a disposição de efluentes industriais e domésticos brutos constitui um dos principais fatores responsáveis pelo severo comprometimento da qualidade dos cursos hídricos. Em contrapartida, o tratamento individual ou coletivo dos esgotos antes do lançamento apresenta-se como a principal estratégia de controle de poluição. No entanto, o nível de tratamento necessário depende da capacidade de autodepuração do corpo receptor, das características de uso da água a jusante do ponto de lançamento e das características e condições dos despejos. Buscando-se determinar o nível de remoção requerido a uma estação de tratamento de esgotos, modelos matemáticos de qualidade da água em conjunto com técnicas de otimização têm sido utilizados no processo de seleção de sistemas de tratamento, visando, usualmente, atingir objetivos de natureza econômica. No entanto, em sistemas de recursos hídricos, a busca pela solução de problemas envolve objetivos múltiplos e conflitantes. O presente trabalho empregou, para a bacia hidrográfica do rio Pardo, modelo de simulação da qualidade da água, técnica de otimização e análise multiobjetivo para selecionar sistemas de tratamento de esgotos. Reproduzindo as formulações matemáticas e estruturas conceitual e computacional do modelo QUAL-UFMG, o programa computacional desenvolvido no ambiente do software MATLAB, em conjunto com o Algoritmo Genético, permitiu apropriar eficiências mínimas de remoção de matéria orgânica para os diferentes pontos de disposição de efluentes da bacia hidrográfica do rio Pardo, considerando diferentes cenários de disposição de efluentes tratados. Após uma etapa de pré-seleção técnica, que considerou três diferentes possíveis cenários de tratamento de esgotos, foi aplicada a análise multiobjetivo com o auxílio do método Electre III, que indicou sistemas de tratamento de esgotos para as localidades de Ibatiba, Irupi, Iúna, Santíssima Trindade e Nossa Senhora das Graças, atualmente responsáveis pela disposição de esgotos brutos na bacia hidrográfica do rio Pardo. Sistemas como Infiltração Rápida, Biofiltro Aerado Submerso (com Nitrificação), Wetland, Lagoas facultativas e reatores UASB (seguidos ou não de pós-tratamento) foram os mais indicados para os cenários de tratamento de esgotos consideradospor
dc.formatapplication/pdfpor
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleSeleção de Sistema de Tratamentos de Esgotos no Âmbito de Bacias Hidrográficas a partir do Emprego de Modelagem de Qualidade, Otimização e da Análise Multiobjetivo.por
dc.typemasterThesisen
dc.contributor.memberMendonça
dc.contributor.memberZUFFO, A. C.
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Ambientalpor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Engenharia Ambientalpor
Appears in Collections:PPGEA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_11097_Dissertação_Luiza_Mayer_Bringer_Concluída20171110-102210.pdf4.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.