Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10129
Título: A epidemiologia dos pacientes com câncer de pênis atendidos em um serviço de referência do Espírito Santo
Autor(es): Souza, Marco Antônio Comper de
Orientador: Amorim, Maria Helena Costa
Coorientador: Zandonade, Eliana
Data do documento: 1-Set-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Introdução: O câncer de pênis constitui neoplasia rara em países desenvolvidos, contrariamente ao que ocorre em regiões de baixo padrão socioeconômico. Objetivos: Determinar o perfil sociodemográfico e clínico, associando ao estadiamento clínico e analisar a sobrevida dos pacientes com câncer de pênis em um serviço de referência. Metodologia: Trata-se de um estudo retrospectivo, de pacientes com diagnóstico de câncer de pênis, cadastrados no banco de dados do SIS-RHC do Hospital Santa Rita de Cássia/Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer, Vitória/ES, no período de 2000 a 2011. Analisou-se 18 variáveis quanto ao perfil sociodemográfico e clínico. Analisou-se os dados através do Pacote Estatístico para Ciências Sociais (SPSS), versão 18.0. Para as variáveis que apresentaram significância estatística, calculou-se o odds ratio bruto e ajustado pelo modelo de regressão logística multivariada. Para estimar-se a sobrevida, utilizou-se o método de Kaplan-Meier e comparação das curvas de sobrevida aplicou-se o teste de Log-Rank. Resultados: Dos 108 pacientes, predominou a faixa etária até 60 anos (58,38%). A raça/cor parda mostrou-se a mais comum com 64% dos casos. 43 (54%) homens eram trabalhadores rurais e 64 (59%) do interior do Espírito Santo. Ocupação não rural apresentaram sobrevida média de 42,14 meses (p = 0,036). Provenientes da Grande Vitória (36) com sobrevida média de 26,03 meses (p = 0,004). Presença de linfonodo (37) possuíram sobrevida média de 30,59 meses (p = 0,001). Após análise multivariada, apenas a variável metástase manteve-se estatisticamente significante (HR = 5,18, IC 95%: 2,42 - 11,09). Conclusão: Devem ser reconhecidos aqueles mais susceptíveis, com maior mortalidade e menor sobrevida, para que haja abordagem mais específica. As variáveis que caracterizam esses pacientes devem ser determinadas desde o início do atendimento, de forma a garantir um melhor acesso ao serviço de saúde e um tratamento eficiente.
Introduction: Cancer of the penis is a rare malignant tumor in developed countries, contrary to what occurs in areas of low socioeconomic standard. Objectives: Determine the sociodemographic and clinical profile, associating clinical staging and analyze the survival of patients with penile cancer in a referral service. Methodology: This is a retrospective study of patients diagnosed with penile cancer who were registered in the Hospital Cancer Registry of the Santa Rita de Cássia Hospital/Education Association Against Cancer, in the city of Vitória, ES, Brazil during the period from 2000 to 2011. Was analyzed 18 variables as sociodemographic and clinical profile. We analyzed the data using the Statistical Package for Social Sciences (SPSS) version 18.0. For variables that showed statistical significance, we calculated the crude odds ratio and adjusted by multivariate logistic regression model. For estimating survival, we used the Kaplan-Meier method and comparison of survival curves was applied to the log-rank test. Results: Of 108 patients, predominant age group up to 60 years (58.38%). The race / mulatto proved the most common with 64% of cases. 43 (54%) were men and 64 rural workers (59%) of the interior of the Holy Spirit. Not rural occupation showed median survival of 42.14 months (p = 0.036). From region metropolitan of the Vitória (36) with a mean survival of 26.03 months (p = 0.004). Presence of lymph node (37) patients had a mean survival of 30.59 months (p = 0.001). Alter multivariate analysis, metastasis variable remained statistically significant (HR = 5.18, 95% CI: 2.42 to 11.09). Conclusion: Should be recognized those more likely with higher mortality and lower survival, so there is more specific approach. The variables that characterize these patients should be determined from the beginning of the service, to ensure better access to health care and effective treatment.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10129
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_7510_2012_Marco Antonio Comper.pdf20.42 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.