Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10391
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSaraiva, Fábio Petersen-
dc.date.accessioned2018-09-11T12:29:21Z-
dc.date.available2018-09-11-
dc.date.available2018-09-11T12:29:21Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/10391-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectToxoplasmosepor
dc.subjectToxoplasmose ocularpor
dc.subjectFarmacoterapiapor
dc.subjectToxoplasma gondiipor
dc.subjectTratamento farmacológicopor
dc.subjectToxoplasmosiseng
dc.subjectOcular toxoplasmosiseng
dc.subjectDrug therapyeng
dc.titleTratamento da toxoplasmose ocular adquirida : revisão sistemáticapor
dc.typemasterThesisen
dc.subject.udc61-
dcterms.abstractA toxoplasmose ocular, doença causada pelo parasita Toxoplasma gondii, é a forma mais comum de uveíte posterior infecciosa. Apesar de a terapia antiparasitária combinada ser prática comum no tratamento dessa uveíte, há estudos que contra-indicam a necessidade do uso rotineiro de medicações. Atualmente há múltiplos esquemas terapêuticos para esta doença. O objetivo deste trabalho foi revisar a literatura a fim de identificar qual o melhor esquema de tratamento a ser empregado nos casos de retinocoroidite pelo Toxoplasma gondii. Após extensa revisão, concluiu-se que não há evidências científicas contundentes que apontem um tratamento ideal para essa doença. Não há diferenças estatisticamente significativas entre os resultados funcionais alcançados pelos distintos esquemas terapêuticos empregados na atualidade.por
dcterms.abstractOcular toxoplasmosis, a disease caused by the parasite Toxoplasma gondii, is the most common form of posterior infectious uveitis. Despite the fact that combined anti-parasitic therapy is still the usual practice regarding the treatment of ocular toxoplasmosis, there is no definitive evidence towards its routine necessity. The existence of multiple therapeutic schemes available nowadays has motivated the realization of this study, with the objective of trying to identify elements capable of guiding the physician to perform the best treatment in a case of ocular toxoplasmosis. It was concluded that there is no forceful scientific evidence that proves there is an ideal treatment and that there are no statistically significant differences between the functional outcomes obtained with the different therapeutic schemes employed in the present time.eng
dcterms.creatorLima, Guilherme Sturzeneker Cerqueira-
dcterms.formatTextpor
dcterms.issued2017-08-19-
dcterms.languageporpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Medicinapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqMedicina-
dc.publisher.courseMestrado em Medicinapor
dc.contributor.refereeCarvalho, André Correa Maia de-
dc.contributor.refereeSarti, Thiago Dias-
Aparece nas coleções:PPGMED - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12526_Tese - Guilherme Sturzeneker.pdf5.64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.