Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10606
Título: Avaliação do PIB, da frota de veículos e da extensão de rodovias no consumo energético e emissões de dióxido de carbono do transporte rodoviário do Brasil
Autor(es): Nicolau, Olivia Nascimento Boldrini
Orientador: Chaves, Gisele de Lorena Diniz
Data do documento: 27-Ago-2018
Citação: NICOLAU, Olivia Nascimento Boldrini. Avaliação do PIB, da frota de veículos e da extensão de rodovias no consumo energético e emissões de dióxido de carbono do transporte rodoviário do Brasil. 2018. 128 f. Dissertação (Mestrado em Energia) - Programa de Pós-Graduação em Energia, Universidade Federal do Espírito Santo, Centro Universitário Norte do Espírito Santo, São Mateus, 2018.
Resumo: O setor de transporte é um setor chave para o desenvolvimento de um país, posto que ele dá suporte para o desenvolvimento econômico e social de uma nação. Todavia, é um setor que demanda muita energia oriunda de combustíveis fósseis gerando volumes considerados de gases do efeito estufa. Em 2016, o setor foi responsável por 29% das emissões de CO2 no Brasil, sendo 90% desse total relativo ao modo rodoviário. Dada a importância do setor e seu potencial poluidor, este trabalho tem como finalidade avaliar o consumo energético e, consequentemente na emissão de CO2 do modo rodoviário no Brasil. Para isso, o método System Dynamics (SD) foi escolhido. Inicialmente, as relações entre frota de veículos, PIB (global e do setor de transporte) e investimentos em infraestrutura rodoviária (extensão de vias) foram estruturadas por meio de um diagrama de causa e efeito e posteriormente elaborado um diagrama de estoque e fluxo. Com o modelo proposto, foram estabelecidos 15 cenários, os quais foram avaliados em um horizonte de onze anos, compreendidos entre 2016 e 2026, sob diferentes perspectivas. Os resultados evidenciaram que a variação da frota de veículos rodoviários tem maior influência no consumo energético e, consequentemente, nas emissões de CO2, quando comparado com a composição de uso de combustíveis e investimentos em pavimentações de vias. A variável de intensidade energética teve a maior variação nos cenários avaliados. Esse dado mostra que há um ganho significativo em aumentar a produtividade do setor em comparação à redução de emissões ocasionadas pela diminuição da frota de veículos. Diante do exposto, tornar o uso de energia mais eficiente no setor de transporte, mais especificamente no modo rodoviário, é um problema que precisa ser amplamente discutido, dado sua significativa contribuição econômica e seu impacto ambiental no desenvolvimento de um país. Isso se intensifica em nações em que o modo rodoviário possui grande representatividade como no caso do Brasil, em que este modo representa 60% na matriz de transporte
The transportation sector is a key sector for the development of a country, since it is a support for the economic and social development of a nation. However, it is a sector that has a large amount of energy from fossil fuels that generate volumes considered as greenhouse gases. In 2016, the sector was responsible for 29% of CO2 emissions in Brazil, 90% of this total being related to road mode. Given the importance of the sector and its polluting potential, this work aims at the energy consumption and, consequently, the CO2 emission of the road way in Brazil. For this, the System Dynamics (SD) method was chosen. Initially, relations between markets, GDP (global and transportation sector) and investments in road (road extension) were structured through a cause and effect diagram and then elaborated by a stock and flow diagram. With the proposed model, 15 scenarios were defined, among which were evaluated over a eleven year horizon, between 2016 and 2026, from various perspectives. The effects show that the variation of the road vehicles has a greater influence on the energy consumption and, consequently, the CO2 emissions, when compared to the composition of fuel use and investments in road paving. A. This indicator showed that there is a significant gain in increasing the productivity of the sector in relation to the reduction of sales caused by the increase of the fleet of vehicles. In view of the above, becoming a more efficient energy object, a transportation sector, is more a road case, it is a problem that can be discussed, have a greater probability of economy and its environmental impact without the development of a country, mainly in nations What to do as this view represents 60% in the transport matrix.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10606
Aparece nas coleções:PPGEN – Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12462_92 - Dissertação - Olivia Nascimento Boldrini - vf.pdf2.36 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.