Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10908
Título: Viabilidade econômica e financeira para estratégias de conservação e reuso de água em edificação comercial de grande porte
Autor(es): Gonzalez, Heleno Mariani
Orientador: Campos, Rosane Hein de
Coorientador: Gonçalves, Ricardo Franci
Data do documento: 3-Dez-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A viabilidade econômico financeira da conservação e reúso de água para fins não potáveis constitui-se em estratégia importante para implementação de investimentos nas edificações. Este trabalho buscou avaliar a viabilidade econômico financeira da conservação e reúso, a partir de estudo de cenários em edificação de porte e avaliando os investimentos propostos de forma determinística e com inserção da incerteza. As avaliações foram realizadas por meio de orçamentos de investimentos, custos, receitas, fluxos de caixa descontado, indicadores de viabilidade econômico financeira, simulação estocástica, análise de sensibilidade e cálculo dos incrementos entre as opções de investimento estudadas. A avaliação do investimento foi realizada para a edificação Shopping Center Vila Velha e apontou viabilidade econômica financeira em todos os cenários de conservação e reúso de água na edificação. Verificou-se também que os sistemas de conservação e reúso nas edificações operam com estrutura de custos abaixo dos preços pagos pelo serviço de água e esgoto. Entre os cinco cenários de conservação e reúso estudados, a menor TIR foi de 57,01% enquanto o menor VPL foi de R$1.732.414,91. A simulação estocástica com os preços dos serviços de água e esgoto mostrou que a análise determinística do investimento subestima em 8,11% o retorno do investimento. A análise de sensibilidade mostrou que embora represente apenas 20% da oferta de água não potável na edificação, o reúso de águas cinza contribui para estabilizar a oferta em situações de escassez de chuvas. Os cenários com a conjugação das 3 fontes de água não potável utilizadas tiveram melhores indicadores de viabilidade econômico financeira. O cenário que aproveita 90% da demanda de água não potável da edificação possui maior investimento e melhor retorno econômico financeiro com VPL de R$ 7.474.320,11 em conjuntura de custos financeiros estáveis. Os cenários atendendo 70% e 80 da demanda de água não potável possuem melhor viabilidade econômico financeira em conjuntura com custos financeiros altos. Assim, a conservação e reúso de água não potável em edificações representa ganhos econômicos significativos, além de contribuir no alívio dos sistemas públicos de abastecimento e esgoto no cenário escassez hídrica.
Since water scarcity is an arising problem in daily life, the adoption of technologies to produce water from alternative sources became an alternative. This article aims to assay the economic viability of the implementation of non-potable alternative sources in large commercial buildings. An investment evaluation was carried out in a deterministic manner and under risk conditions, with economic modeling of the water and sewage tariff. As results, all the scenarios studied were considered economically feasible. The evaluation under risk condition shows an underestimation of 8% of npv and irr when compared with the deterministic evaluation. The scenario more economically advantageous is the option that investment involving the three alternative sources of water with greater storage of water.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10908
Aparece nas coleções:PPGESA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12762_Dissertação versão Final pdf.pdf2.45 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.