Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11167
Título: Atributos do solo e nutrientes em folhas de café conilon no tabuleiro costeiro do Espírito Santo
Autor(es): Pires, Ivne Franco
Orientador: Fontana, Ademir
Coorientador: Partelli, Fábio Luiz
Data do documento: 21-Mar-2019
Citação: PIRES, Ivne Franco. Atributos do solo e nutrientes em folhas de café conilon no tabuleiro costeiro do Espírito Santo. 2019. 54 f. Dissertação (Mestrado em Agricultura Tropical) - Programa de Pós-Graduação em Agricultura Tropical, Universidade Federal do Espírito Santo, Centro Universitário Norte do Espírito Santo, São Mateus, 2019.
Resumo: A cafeicultura é uma das atividades de expressiva rentabilidade no Espírito Santo e com ampla ocupação dos Tabuleiros Costeiros, cuja unidade geomorfológica contempla solos com baixos teores de nutrientes e horizontes subsuperficiais coesos. Diante do exposto, objetivou-se com este trabalho fornecer um diagnóstico sobre os atributos físicos e químicos do solo e estado nutricional das folhas do cafeeiro Conilon em Latossolos e Argissolos Amarelos em ambientes de Tabuleiros Costeiros da região Norte do Espírito Santo, relacionando os métodos de análise de solo e folhas com técnicas não destrutivas como a espectrometria de fluorescência de raios X. As amostras foram coletadas nos municípios de São Mateus, Jaguaré, Boa Esperança, Pinheiros, Conceição da Barra e Montanha. Foram realizadas análises físicas dos solos para a determinação da composição granulométrica, densidade do solo, densidade de partículas e porosidade total. Nas análises químicas do solo, determinou-se a acidez ativa (Al3+), Ca2+, Mg2+, K+, acidez potencial (H+Al), SB, V, CTC, pH em água, fósforo Mehlich-1, carbono orgânico, matéria orgânica, nitrogênio e os micronutrientes (Cu2+, Fe2+, Mn2+, Zn2+). Nas folhas determinou-se os macronutrientes e micronutrientes. Realizou-se a diagnose da fertilidade do solo evii nutrição das folhas identificando-se os elementos deficitários, comparando-os com lavouras cafeeiras de referência em estudos realizados no Estado do Espírito Santo. Também foram feitas análises químicas das folhas e do solo por técnica não destrutiva baseada na espectrometria de fluorescência de raios X, com equipamento portátil, utilizando-se dois métodos de calibração vindos de fábrica: Soil e Geochem. Relacionou-se os métodos de análises de folhas por correlação linear de Pearson e teste t de Student. Quanto aos atributos físicos do solo, a maioria das lavouras apresenta densidade de 1,43 g cm-3 e textura franco-argiloarenosa. Quanto às análises químicas de rotina, os valores de MO, K, Ca, Mg, Fe, Al e (H+Al) foram classificados com baixos níveis no solo, o P em excesso e os demais atributos em níveis médios. Nas análises foliares os teores de N, P, K, Mg, Cu, Fe e Zn foram classificados como níveis baixos nas plantas, o Ca apresenta altos teores, apenas o teor de Mn está em nível adequado. Não há tendência de aumento dos teores dos nutrientes nas folhas com o aumento dos mesmos no solo, indicando que não há uma relação direta. Quando comparados com lavouras de referência, a maioria dos elementos do solo, com exceção do P, Ca e Zn encontra-se em níveis inferiores e todos os elementos das folhas encontram-se em níveis inferiores, com destaque para o Fe e Mn. Quanto às análises por espectrometria de fluorescência de raios X, os valores dos nutrientes do solo encontrados na análise por pXRF foram subestimados quando comparados aos valores certificados, todos apresentando baixas taxas de recuperação. Na análise de folhas, os métodos de calibração apresentam valores superestimados em relação aos valores obtidos pela análise química de rotina, a menor diferença foi para o K no método Soil e maior para o P no Geochem, onde o modo Soil apresenta valores mais próximos ao método tradicional. Há diferença estatística entre o método de análise de folhas convencional e os métodos por fluorescência de raios X pelo teste t a 5% de probabilidade e as correlações entre os teores dos nutrientes nos métodos utilizados são significativas, indicando o potencial de uso da ferramenta. Palavras-chave: Cafeicultura, técnicas de análise, fertilidade do solo, nutrição de plantas.
Coffee cultivation is one of the activities of great profitability in Espírito Santo and with extensive occupation of the Coastal Tablelands, whose geomorphological unit includes soils with low levels of nutrients and cohesive subsurface horizons. In view of the above, the objective of this work was to provide a diagnosis of the physical and chemical attributes of the soil and nutritional status of the leaves of the Conilon coffee tree in Oxisols and Yellow Argisols in Coastal Trap environments of the northern region of Espírito Santo, relating the methods of soil and leaf analysis with non-destructive techniques such as X-ray fluorescence spectrometry. The samples were collected in the municipalities of São Mateus, Jaguaré, Boa Esperança, Pinheiros, Conceição da Barra and Montanha. Soil physical analyzes were performed to determine the grain size composition, soil density, particle density and total porosity. In the soil chemical analyzes the active acidity (Al3+), Ca2+, Mg2+, K+ , potential acidity (H+Al), SB, V, CTC, pH in water, Mehlich-1 phosphorus, organic carbon, organic matter, nitrogen and micronutrients (Cu2+, Fe2+, Mn2+, Zn2+). Macronutrients and micronutrients were determined on leaves. The soil fertility and leaf nutrition were diagnosed, identifying the deficit elements, comparing them with reference coffee crops in studies conducted ix in the State of Espírito Santo. Leaf and soil chemical analyzes were also performed using a non-destructive technique based on X-ray fluorescence spectrometry using portable equipment, using two calibration methods from the factory: Soil and Geochem. Pearson's linear correlation and Student's t test methods were analyzed. Regarding the physical attributes of the soil, most of the crops present density of 1.43 g cm-3 and loamy-clayey texture. Regarding routine chemical analyzes, the values of OM, K, Ca, Mg, Fe, Al and (H+Al) were classified with low levels in the soil, excess P and other attributes at medium levels. In the leaf analyzes the N, P, K, Mg, Cu, Fe and Zn levels were classified as low levels in the plants, Ca presents high levels, only the Mn content is at an adequate level. There is no tendency to increase the nutrient content in the leaves with the increase of the same in the soil, indicating that there is no direct relation. When compared to reference crops, most of the soil elements, except for P, Ca and Zn, are at lower levels and all leaf elements are at lower levels, with emphasis on Fe and Mn. As for the X-ray fluorescence spectrometry analyzes, the soil nutrient values found in the pXRF analysis were underestimated when compared to the certified values, all with low recovery rates. In the leaf analysis, the calibration methods presented values that were overestimated in relation to the values obtained by the routine chemical analysis, the smallest difference was for K in the "Soil" method and higher for the P in "Geochem", where Soil "Presents values closer to the traditional method. There is a statistical difference between the conventional leaf analysis method and the X-ray fluorescence methods by the 5% probability t test and the correlations between the nutrient levels in the methods used are significant, indicating the potential use of the tool.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11167
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_13049_104 -Ivne Franco.pdf1.56 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.