Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4089
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSchneebeli, Hans Jorg Andreas-
dc.date.accessioned2016-08-29T15:32:33Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T15:32:33Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/4089-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.rightsopen accesseng
dc.titleSimulação microscópica distribuída de tráfegopor
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc621.3-
dc.subject.br-rjbnEngenharia de tráfegopor
dc.subject.br-rjbnEngenharia de tráfego - Métodos de simulaçãopor
dc.subject.br-rjbnJava (Linguagem de programação de computador)por
dc.subject.br-rjbnSimulação (Computadores)por
dc.subject.br-rjbnTrânsito - Fluxopor
dc.subject.br-rjbnLevantamentos de trânsitopor
dc.subject.br-rjbnEngenharia de tráfegopor
dcterms.abstractA maioria das grandes cidades do mundo enfrenta problemas de tráfego. Na busca de soluções para os problemas do tráfego surge, como poderosa ferramenta, a simulação, que utiliza técnicas matemáticas, computacionais e estatísticas para representar o tráfego. Modelos de simulação de tráfego podem ser classificados de várias formas. A mais utilizada é quanto ao nível de detalhes com que os modelos representam o mundo real e quanto à maneira como o comportamento dos veículos é reproduzido. Seguindo esta classificação, os modelos podem ser macro, meso ou microscópicos. Modelos microscópicos simulam as entidades do sistema individualmente e com um alto nível de detalhes. Cada par veículo-motorista tem um comportamento próprio e é um componente ativo na simulação. Não somente veículos e motoristas são modelados, mas qualquer outra entidade que possa influenciar no tráfego, como controladores de tráfego, trechos específicos de pistas e incidentes. Modelar o tráfego no nível microscópico representa hoje o estado da arte para os simuladores de tráfego. Quanto mais completo um modelo (as características microscópicas do tráfego são consideradas), mais realista será a simulação. Por outro lado, maior é o esforço computacional necessário para sua execução. Alguns simuladores microscópicos requerem computadores de grande desempenho ou supercomputadores e, conseqüentemente, têm um alto custo. A alternativa ao uso de supercomputadores é a utilização da computação distribuída. Um ambiente distribuído permite que o programa de simulação seja executado em múltiplos processadores de forma paralela e assim obtenha ganhos de desempenho. Usar um ambiente distribuído requer uma estratégia de divisão das tarefas entre processadores e uma solução para sincronizar a execução dessas tarefas. Este trabalho tem como objetivo identificar e implementar uma solução para a execução de um simulador microscópico de tráfego em um ambiente distribuído, disponibilizando uma alternativa de baixo custo para estudo do tráfego.por
dcterms.abstractMost of the major cities of the world face traffic problems. Simulation is becoming one of the most used tools in the search of solutions in traffic. Simulation uses mathematical techniques, computer and statistics to represent traffic. The simulation allows the analysis of possible traffic configurations to be implemented to improve the flow of vehicles in a certain place. Models of simulation of traffic can be classified in many ways. The most used is about the level of detail with which the models represent the real world and the way the behavior of vehicles is modeled. Following this classification, the models can be macro, meso or microscopic. Microscopic models simulate the system entities individually with a high level of detail. Each pair vehicle-driver has an own behavior and is an active component in the simulation. Not only vehicles and drivers are modeled, but any other entity that can influence the traffic, like traffic controllers, specific roadways and incidents. Modeling traffic in the microscopic level today represents the state of the art for traffic simulators. The more complete the model, the more realistic will be the simulation. On the other hand, it needs a great computational effort. Some simulators require supercomputers or high performance computers and thus have a high cost. The alternative to the supercomputers is the use of distributed computing. A distributed environment allows the simulation program to run on multiple processors in parallel and thus gains in performance. Using a distributed environment requires a strategy of division of tasks between processors and a solution to synchronize these tasks. This work aims to identify and implement a solution for a simulator microscopic traffic in a distributed environment, providing a low-cost alternative for study and improvement of traffic.eng
dcterms.creatorBrambila, Luciano Magno-
dcterms.formatTexteng
dcterms.issued2008-11-17-
dcterms.languagepor-
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Elétricapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqEletrônica Industrial, Sistemas e Controles Eletrônicospor
dc.publisher.courseMestrado em Engenharia Elétricapor
dc.contributor.refereeKraus Junior, Werner-
dc.contributor.refereeSouza, Alberto Ferreira de-
Aparece nas coleções:PPGEE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_2851_DissertacaoMestradoLucianoMagnoBrambila.pdf845.67 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.