Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5403
Título: Uso de álcool e tabaco entre estudantes da saúde de uma universidade pública
Autor(es): Souza, Renata Santos de
Orientador: Siqueira, Marluce Miguel
Palavras-chave: Álcool
Tabaco
Universitários
Prevenção
Alcohol
Data do documento: 5-Set-2008
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Nos últimos anos, os estudantes universitários têm sido alvo de diversos estudos sobre o consumo de substâncias psicoativas, devido à vulnerabilidade desta população ao uso de drogas. O presente estudo teve como objetivo descrever o perfil do uso de álcool e tabaco entre os universitários do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, transversal e quantitativo desenvolvido com 668 estudantes dos cursos de Medicina, Enfermagem, Odontologia e Farmácia, matriculados no ano de 2007, na UFES. O instrumento utilizado foi uma adaptação do questionário proposto pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e desenvolvido pela WHO Research and Reporting Project on the Epidemiology of Drug Dependence, intitulado Questionário sobre o Uso de Droga. A análise estatística empregada foi a descritiva, seguida do teste qui-quadrado, fixando-se um nível de significância 5%, com auxílio do programa estatístico Statistical Package for the Social Science SPSS (versão 15). Os resultados obtidos mostraram uma prevalência de universitários do sexo feminino (67,4%), predomínio da faixa etária de 20 a 22 anos (51,2%) e das classes sócio-econômicas B (44,0%) e A (30,7%); 86,4% dos universitários fizeram uso na vida de álcool, 78,7% uso no ano, 59,7% uso no mês, 15,4% uso freqüente e 6,0% uso pesado; quanto ao uso de tabaco, 24,9% dos universitários fizeram uso na vida, 13,2% uso no ano, 3,0% uso no mês, 1,6% uso freqüente e 1,2% uso pesado; o uso de álcool esteve associado ao sexo, ao curso freqüentado pelos universitários e o relacionamento com o pai, sendo maior o uso no sexo masculino, no curso de medicina e odontologia e menor entre aqueles que tinham um ótimo e/ ou bom relacionamento com o pai; já o uso de tabaco esteve associado ao sexo, a classe sócio-econômica, ao curso freqüentado e a característica pessoal do pai e da mãe, sendo maior o uso no sexo masculino, nas classes sócio-econômicas A e B, no curso de odontologia e menor entre os universitários que achavam o pai e a mãe moderados e maior entre os que achavam o pai e a mãe liberais. Concluindo, os resultados demonstram a necessidade da inclusão de temas relativos à prevenção do uso indevido de álcool e tabaco, no ensino desta Universidade, bem como a criação de um programa de tratamento para os universitários que fazem uso abusivo e para aqueles que são dependentes.
In recent years a number of studies have been devoted to the use of psychoactive drugs among college students, a particularly vulnerable population group. This study aims at investigating tobacco and alcohol use in particular among the students of Centro de Ciências da Saúde(CCS), which comprise Medical, Nursing, Dental and Pharmacy Schools, at Universidade Federal do Espírito Santo. An exploratory, descriptive, transversal and quantitative design was chosen and 668 students were surveyed through a modified version of the questionnaire developed by WHO’s Research and Reporting Project on the Epidemiology of Drug Dependence”. A descriptive statistical analysis was carried out with the help of the Statistical Package for the Social Science software (SPSS v. 15) followed by a chi-square test, at a 5% level of significance level. The data gathered show a prevalence of female college students (67,4%), the 20-22 age group (51,2%), and A (30,7%) and B (44,0%) social classes; 86,4% of the students reported lifetime use of alcohol, 78% yearly, 59% monthly and 15,4% frequent use while 6,0% reported heavy use of the substance. As for tobacco, 24,9% of the respondents reported lifetime use, 13,2% yearly, 3,0 % monthly, 1,6% frequent use while 1,2% reported heavy use. Alcohol use is correlated with students’ gender, undergraduate course, and relationship with their fathers, the consumption being the highest among male dental and medical students and the lowest among students with excellent or good relationship with their fathers. Tobacco use is associated with gender, social class, undergraduate course, and personality traits of their parents, the consumption being the highest among male dental students in the A-B social class spectrum. The lowest tobacco use rates were among college students who evaluated their parents as being moderate and the highest among those who evaluate their parents as being liberal. The results point to the need to establish both a permanent awareness and prevention programme, with the inclusion of alcohol and tobacco issues in the students’ curricula, and a treatment plan for addicted students.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5403
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_2616_2007_Renata S. de Souza.pdf1.02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.