Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5574
Título: Fatores associados à tuberculose em população de diabéticos : um estudo caso-controle
Autor(es): Leal, Marcelle Lemos
Orientador: Cade, Nagela Valadão
Data do documento: 30-Mar-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O diabetes mellitus (DM) e a tuberculose (TB) causam, individualmente, um importante impacto na saúde pública mundial. Há evidências de que pessoas com DM têm três vezes maior risco de adoecer por TB do que a população em geral, devido à sua susceptibilidade a infecções. Este estudo teve como objetivo analisar os fatores associados ao desenvolvimento da tuberculose em pacientes com diabetes mellitus em atendimento nas unidades de saúde de Vitória/ES. Trata-se de um estudo caso-controle, sendo o grupo caso constituído por diabéticos atendidos nas 30 unidades do município e notificados no SINAN com diagnóstico de tuberculose no período de 2007 a 2013, e o grupo controle composto por diabéticos. Foram utilizados dados do SINAN, do Sistema de Informação em Saúde da Secretaria de Saúde de Vitória e do Laboratório Central Municipal. Uma entrevista realizada a partir de um roteiro semiestruturado foi aplicada a 45 casos e 92 controles, contemplando as variáveis socioeconômicas e demográficas, os hábitos de vida e as características clínicas do diabetes mellitus. Foram realizadas as análises bivariada e multivariada mediante regressão logística com as variáveis significativas (p<0,05). O grupo caso apresentou hábitos de vida piores em comparação ao grupo controle, como maior consumo regular de álcool (p=0,008), consumo de álcool de forma compulsiva (p<0,001), fumar mais (p=0,051), além de piores parâmetros bioquímicos, como glicemia de jejum (p<0,001) e de hemoglobina glicosilada (p=0,027). Ingestão regular de bebida alcoólica (OR 5,78; IC 1,726- 19,359), contato prévio com pessoas com tuberculose (OR 5,696; IC 1,952-16,617) e glicemia de jejum (OR 1,021; IC 1,009-1,034) foram associados à tuberculose nos diabéticos. Piores hábitos de vida, mau controle glicêmico e ter contato com o Mycobacterium tuberculosis, aumentam a chance de o diabético desenvolver tuberculose. Em vista disso, este estudo reitera a necessidade de integração entre os programas de controle da tuberculose e do diabetes mellitus para o rastreio, a confirmação de diagnóstico e o manejo conjunto dessas doenças.
Individually, diabetes mellitus (DM) and tuberculosis (TB) have an important impact on public health worldwide. There is evidence that people with DM have a three times higher risk of catching TB than the general population’s susceptibility to infections. This study investigates the factors associated to developing tuberculosis in patients with diabetes mellitus being treated at health units in Vitória/Espírito Santo. It is a case-control study, with the case group comprising diabetic patients treated at the 30 units in the municipality and notified on the National Disease Notification System (SINAN), with a diagnosis of tuberculosis during the period 2007 to 2013, and the control group comprising people with diabetes. Data was used from SINAN, the Health Information System at the Department of Health in Vitória and Central Municipal Laboratory. An interview held with a semi-structured script was applied to 45 cases and 92 controls, considering social, economic and demographic variables, lifestyle habits and clinical characteristics of diabetes. Bi-varied and multivaried analyses were performed by means of logistic regression with significant variables (p<0.05). The case group presents worse lifestyle habits compared with the control group, such as higher regular consumption of alcohol (p=0.008), compulsive consumption of alcohol (p<0.001), smokes more (p=0.051), in addition to worse biochemical parameters, such as fasting blood sugar (p<0.001) and higher glycosylated haemoglobin (p=0.027). Higher regular consumption of alcohol (OR 5.78; IC 1.726-19.359), previous contact with people with tuberculosis (OR 3.773; IC 1.161-12.258) and fasting blood sugar (OR 1.012; IC 1.001-1.024) were associated to tuberculosis in those with diabetes. As a result, this study reiterates the need for integration between the tuberculosis and diabetes mellitus control programmes for screening, confirming diagnosis and the joint handling of these diseases.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5574
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9819_2014_Marcelle Lemos Leal.pdf4.1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.