Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7769
Título: Faixas de classificação do coeficiente de variação para avaliação da precisão em experimentos com Brachiaria spp.
Autor(es): Taira, André
Orientador: Moreira, Gisele Rodrigues
Palavras-chave: Estatística
Gramínea
Planejamento experimental
Data do documento: 26-Fev-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O coeficiente de variação (CV%) é uma medida de dispersão relativa utilizada, tradicionalmente, para a validação de experimentos. Por meio do método proposto por Garcia (1989) buscou-se novas faixas de classificação de CV% para a validação de experimentos das mais diversas espécies de interesse e variáveis-resposta nas ciências agrárias, porém este dependia da distribuição normal dos CV%s e limitando assim a disponibilidade de classificar uma dada variável-reposta. Posteriormente com o método de Costa et al. (2002) foi possível obter faixas de classificação de CV% de distribuições desconhecidas. Devido a estas pesquisas o valor de 20%, tradicionalmente, utilizado para a validação de experimentos tem sido substituído por outros valores de referência no CV%. As únicas faixas de classificação de CV% para gramíneas forrageiras existentes, anterior a este trabalho, são as de Clemente e Muniz (2002) baseadas em publicações entre os anos 1950 e 1990. De acordo com o exposto o objetivo foi propor novas faixas de classificação do CV% por variável-resposta para Brachiaria spp. Assim, tabulou-se os CV%s por variável resposta, unidade experimental, e espécie forrageira em planilhas. Selecionou-se as variáveis de maior frequência em artigos científicos indexados no Scielo, Directory Open Access Journals, Google Academics e Associação Brasileira de Zootecnia entre os anos 2000 a 2014. Testou-se a normalidade dos coeficientes de variação com os testes de Kolmogorov-Smirnov modificado por Lilliefors e de Shapiro-Wilk, ambos a 5% de significância. Utilizou-se os métodos de obtenção de faixas de classificação de Garcia (1989) para CV%s de distribuição normal, e o de Costa et al. (2002) para todos os outros com distribuição desconhecida. Para estes CVs% buscou-se validar as faixas obtidas pelo método de Costa el al. (2002) pelo teste de aderência do qui-quadrado corrigido pelo fator Yates e quando este não foi possível utilizou-se o teste exato de Fisher, ambos a 5% de significância. Conclui-se que as faixas de classificação do CV% para as variáveis teor de proteína bruta, teor de fibra em detergente neutro, teor de fibra em detergente ácido, consumo de matéria seca do pasto, consumo de matéria seca total, relação folha/colmo, consumo de matéria orgânica, consumo de matéria seca do pasto, consumo de matéria seca total, consumo de proteína bruta, consumo de fibra em detergente neutro, consumo de carboidratos não fibrosos, consumo de nutrientes digestíveis totais, tempo de pastejo, tempo de ruminação, e tempo de ócio obtidas neste trabalho podem ser recomendadas para o gênero Brachiaria spp.
The coefficient of variation (CV%) is a measure of relative dispersion used traditionally for the validation experiments. Through the method proposed by Garcia (1989) sought to new CV% rating bands for the validation experiments of the most diverse species of interest and response variables in agricultural sciences, but this depended on the normal distribution of CV% 'if thus limiting the availability of classifying a given variableresponse. Subsequently to the method of Costa et al. (2002) it was possible to sort groups of CV% of unknown distributions. Due to these studies the 20% value traditionally used for the validation experiments have been replaced by other reference values in the CV%. The only CV% rating bands for existing grasses prior to this work are those of Clement and Muniz (2002) based on publications between 1950 and 1990. According to the above, the objective was to propose new tracks classification of the coefficient of variation for the response variable for Brachiaria spp. Thus, CV% are tabulated-'s a response variable, experimental unit, and forage species in spreadsheets. We selected the most frequent variables in scientific articles indexed in Scielo, Directory Open Access Journals, Google Academics and Associação Brasileira de Zootecnia from 2000 to 2014. We tested the normality of the coefficients of variation with the Kolmogorov-Smirnov test modified by Lilliefors and Shapiro-Wilk, both the 5% significance level. We used the methods of obtaining Garcia classification tracks (1989) for CV% 's normal distribution, and the Costa et al. (2002) for all other with unknown distribution. For these CV's% sought to validate the tracks obtained by the method of Costa et al. (2002) using the chi-square adherence test corrected by Yates factor and when it was not used the Fisher's exact test, both at 5% significance. It is concluded that the coefficient of variation classification ranges for the variables crude protein, fiber, neutral detergent, acid detergent fiber, dry matter intake of pasture intake of total dry matter, leaf / culm, consumption of organic matter, dry matter intake of pasture intake of total dry matter, crude protein intake, fiber intake neutral detergent consumption of non-fiber carbohydrates, total digestible nutrients, grazing time, time rumination, and idle time obtained in this work can be recommended for the genus Brachiaria spp.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7769
Aparece nas coleções:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_7816_Andre Taira.pdf1.49 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.