Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8337
Título: Avaliação da prevalência de sintomas de ansiedade associados ao trabalho dos peritos médicos da previdência social no Espírito Santo, Brasil
Autor(es): Marchiori, João Guilherme Tavares
Orientador: Saraiva, Fábio Petersen
Coorientador: Silva, Liliane Calil Guerreiro da
Data do documento: 26-Jun-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O ato médico-pericial no âmbito da Previdência Social brasileira consiste na avaliação médica do periciando, com vistas à emissão de parecer conclusivo quanto à capacidade para o trabalho e caracterização de invalidez para fins previdenciários e assistenciais. As decisões periciais convergem, inevitavelmente, para dois opostos: a concessão ou o indeferimento. O indeferimento denota contrariedade aos interesses do requerente, que pode projetar seu desapontamento e insatisfação contra a figura do perito, expondo-o a situações potencialmente estressantes. O presente estudo objetiva comparar a presença e intensidade do estresse ocupacional entre os Peritos Médicos Previdenciários e médicos peritos de outras carreiras públicas. Pretende ainda subsidiar mudanças organizacionais que visem à redução do estresse decorrente da atividade pericial. A avaliação dos participantes se fez por meio de questionário específico, validado previamente, do que restou comprovada, de modo contundente e alarmante, a maior prevalência de estresse e insatisfação relacionada a aspectos ocupacionais entre os peritos da previdência, culminando, em muitos casos, com reconhecimento de esgotamento emocional, característicos da Síndrome de Burnout.
The medical-expert act within the scope of the Brazilian Social Security consists of the medical evaluation of the examinee, to draw a conclusive opinion on the work capacity and characterization of disability for social security and assistance purposes. Forensic decisions inevitably converge on two opposites: concession or refusal. The rejection goes against the interests of the candidates, who can project their disappointment and dissatisfaction on the professional, exposing the latter to potentially stressful situations. Objectives: the present study aimed to evaluate the presence and intensity of occupational stress among Social Security Medical Experts, comparing it to medical experts from other public careers. It also intended to identify the target causal factors, in order to provide organizational managers with essential principles that guide strategies aimed at preserving the mental health of medical specialists. Methods: The evaluation was made through a specific, previously validated job related stress questionnaire and a series of questions about subjectives perceptions on work performance, labor stressors and emotional status. Results: we found overwhelming and alarming prevalence of stress and dissatisfaction related to occupational aspects among social security experts, culminating, in many cases, with emotional exhaustion, characteristic of Burnout Syndrome. Conclusion: there is a high prevalence of job related stress among social security doctors in Brazil, warranting implementation of specific measures in order to ensure the adequate provision of social security services to the population, thus avoiding social injustice and damage to the erary.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8337
Aparece nas coleções:PPGMED - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12315_Dissertação Mestrado Diploma.pdf1.99 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.