Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10419
Título: Disciplinando os corpos das virgens e viúvas: Ambrósio e a formação de uma hierarquia feminina na congregação milanesa (Séc. IV)
Autor(es): Dias, Larissa Rodrigues Sathler
Orientador: Silva, Gilvan Ventura da
Data do documento: 17-Set-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Nesta dissertação, investigamos como as mulheres foram representadas nos discursos episcopais do século IV, época em que virgens e viúvas consagradas tornaram-se um componente fundamental do corpo místico da Igreja. Para tanto, examinamos os tratados De uirginibus e De uiduis, nos quais Ambrósio, bispo da sé de Milão (374-397), formula um conjunto de regras disciplinares direcionadas aos corpos das devotas com o intuito de sacralizá-los. O discurso ascético ambrosiano nos proporciona uma excelente oportunidade de estudar melhor a relação de poder estabelecida entre os sexos que marcou as comunidades episcopais do Ocidente, uma vez que revelam uma representação da mulher segundo os códigos próprios da dominação masculina. Por outro lado, o caráter propagandístico da vida ascética contido nos tratados aqui investigados viabiliza a compreensão de como o ascetismo feminino tornou-se, na Antiguidade Tardia, um meio pelo qual as mulheres devotas, mesmo à margem dos ofícios eclesiásticos, obtiveram prestígio em suas respectivas comunidades. No que se refere à congregação milanesa, em particular, pode-se notar que o discurso de Ambrósio vislumbra a formação de uma hierarquia feminina, na qual a posição dos sujeitos se explica, dentre outros fatores, pelo grau de abstinência sexual. Logo, estamos falando de uma hierarquia na qual as virgens, seguidas das viúvas, ocupariam um lugar superior ao das casadas. Em termos teóricos, utilizamos os conceitos de representação, de Roger Chartier; de corpo, de José Carlos Rodrigues; de gênero, de Joan Scott; de performatividade, de Judith Butler; de dominação masculina, de Pierre Bourdieu; e de disciplina, de Michel Foucault. Para a realização da dissertação, o método escolhido foi o da Análise de Conteúdo, tal como proposta por Laurence Bardin.
In this dissertation, we investigated how women were represented in Episcopal discourses of the fourth century, when consecrated virgins and widows became a fundamental component of the mystical body of the Church. To do so, we examine the treatises De uirginibus and De uiduis, in which Ambrose, bishop of the Church of Milan (374-397), formulates a set of disciplinary rules directed to the bodies of the devotees with the intention of sacralizing them. The Ambrosian ascetic discourse provides us with an excellent opportunity to study better the established power relationship between the sexes that marked the episcopal communities of the West, since they reveal a representation of women according to the codes of masculine domination. In its turn, the propagandistic character of the ascetic life contained in the treatises investigated in this research makes possible to understand how female asceticism became in Late Antiquity a way by which devout women, even on the borders of ecclesiastical offices, gained prestige in their respective communities. With regard to the Milanese congregation in particular, we suggest that Ambrosio's speech envisages the formation of a female hierarchy, in which the subjects' position is explained, among other factors, by the degree of sexual abstinence. Therefore, we are talking about a hierarchy in which virgins, followed by widows, would occupy a place higher than married women. In theoretical terms, we use the following concepts to perform this dissertation: representation, by Roger Chartier; body, by José Carlos Rodrigues; gender, by Joan Scott; performativity, by Judith Butler; male domination, by Pierre Bourdieu; and discipline, by Michel Foucault. Regarding the methodology, we use Content Analysis, as proposed by Laurence Bardin.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10419
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9702_Dissertação Larissa Sathler.pdf2.53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.