Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11090
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorBATISTA, D. C.
dc.date.accessioned2019-05-03T02:14:42Z-
dc.date.available2019-05-02
dc.date.available2019-05-03T02:14:42Z-
dc.identifier.citationSALVADOR, F. M., VIABILIDADE ECONÔMICA DA RESSERRAGEM DE REAPROVEITAMENTO DE COSTANEIRAS DE EUCALIPTO PELO MÉTODO Time-Driven-Activity-Based-Costingpor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/11090-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleVIABILIDADE ECONÔMICA DA RESSERRAGEM DE REAPROVEITAMENTO DE COSTANEIRAS DE EUCALIPTO PELO MÉTODO Time-Driven-Activity-Based-Costingpor
dc.typemasterThesisen
dcterms.abstractA matéria-prima representa um dos maiores custos de produção nas serrarias. Por isso, a operação de resserragem de reaproveitamento de costaneiras que é o resíduo de maior volume é comumente realizada nas empresas, principalmente as de pequeno porte, que não possuem reflorestamentos próprios. O objetivo deste trabalho foi comparar a viabilidade econômica entre a resserragem de reaproveitamento de costaneiras e da produção de cavacos, em uma serraria que desdobra madeira de eucalipto, com base no método de custeio Time-Driven Activity Based-Costing (TDABC). Foram analisadas duas condições (tratamentos) em uma mesma linha de produção: com e sem resserragem de reaproveitamento de costaneiras. A classe diamétrica avaliada foi de 25 a 28 cm. Foi calculado o rendimento em madeira serrada nas duas condições, bem como a discriminação dos resíduos. Os custos e as receitas foram calculados em dois cenários de capacidade prática dos recursos fornecidos (CPRF): 80% (TDABC) e 70% (pessimista). O lucro líquido foi avaliado em três diferentes preços de venda de cavaco: R$ 10/m³ do granel (pessimista), R$ 15,00/m³ do granel (atual) e R$ 20,00/m³ do granel (otimista). Variou-se também a proporção de toras na classe diamétrica avaliada (0 a 100%). Na condição atual, a resserragem para o reaproveitamento das costaneiras seria viável economicamente apenas na CPRF de 80% e com o menor preço dos cavacos (R$ 10,00/m³ do granel). O método TDABC foi eficiente para a mensuração dos custos e da viabilidade econômica da operação de desdobro analisada, mostrando que a viabilidade econômica dela ocorrerá nas situações de maiores CPRF, menores preços de venda dos cavacos e maiores porcentagens de toras de diâmetros maiores. Palavras-chave: Madeira serrada. Serrarias. Cavacos. Custos de produção.por
dcterms.creatorSALVADOR, F. M.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2019-02-28
dcterms.subjectSerrariaspor
dcterms.subjectMadeira serradapor
dcterms.subjectCustos industriaispor
dcterms.subjectProcessamentpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Florestaispor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Ciências Florestaispor
dc.contributor.refereeCHICHORRO, J. F.
dc.contributor.refereeCARVALHO, A. M.
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12929_Dissertação FERNANDO 2019-Final.pdf1.04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.