Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3195
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSalgueiro, Wilberth Claython Ferreira-
dc.date.accessioned2016-08-29T14:11:14Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T14:11:14Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/3195-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleAna Cristina Cesar : o colóquio autobiográfico da esfinge de ray-banpor
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc82-
dc.subject.br-rjbnCésar, Ana Cristina, 1952-1983 - Crítica e interpretaçãopor
dc.subject.br-rjbnAutobiografiapor
dc.subject.br-rjbnSubjetividadepor
dc.subject.br-rjbnFicçãopor
dc.subject.br-rjbnIdentidadepor
dc.subject.br-rjbnGêneros literáriospor
dcterms.abstractA literatura, cunhada como marginal na década de 70, deixou rastros e marcas nas constituições poéticas da literatura brasileira. Alguns poetas, gerados no seio do movimento, como Ana Cristina Cesar, exploraram o mote marginal e, também, construíram uma nova forma de dizer a poesia a partir de então. A maneira sui generis, como a poeta Ana Cristina alia poesia, significação das linguagens e indagações críticas e teóricas daqueles tempos, fundamenta novas balizas para desestruturar velhos paradigmas literários. Jogando com a concepção da autobiografia e do ficcional, com os limites da intertextualidade, da metalinguagem, da prosa, da poesia e da hierarquização dos gêneros, sua literatura nos convida a uma leitura limítrofe e desassossegada. Um texto marcado, em definitivo, por grandes ambivalências. A leitura em desassossego tem sua origem, provavelmente, no movimento enigmático e sedutor que a escritura de Ana Cristina Cesar concebe. Sua prosa poética, os poemas, a crítica acadêmica e as cartas flertam, incessantemente, com os horizontes paradoxais, irônicos e polimórficos da literatura e da própria existência. Tamanha volatilidade de sentidos engendra uma leitura angustiante, leitura que se desdobra na mesma proporção de seus sedutores cantos e mistérios.por
dcterms.creatorPereira, Robson Tadeu Rodrigues-
dcterms.formatTexteng
dcterms.issued2007-12-14-
dcterms.languageporpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Letraspor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqLetraspor
dc.publisher.courseMestrado em Letraspor
Aparece nas coleções:PPGL - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_1965_Robson Tadeu Rodrigues.pdf899.27 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.