Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3411
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorFranco, Sebastião Pimentel-
dc.date.accessioned2016-08-29T14:11:56Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T14:11:56Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/3411-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectEra Vargaspor
dc.subjectAssistencialistapor
dc.subjectVargas periodeng
dc.subjectPublic policieseng
dc.subjectPovertyeng
dc.subjectAssistentialisteng
dc.titleDever do Estado e direito do cidadão : as políticas públicas no governo varguista no Espírito Santo (1930-1945)por
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc93/99-
dc.subject.br-rjbnBrasil. Presidente (1930-1945 : Vargas)por
dc.subject.br-rjbnAssistência socialpor
dc.subject.br-rjbnPobrezapor
dc.subject.br-rjbnPolíticas públicas – História, 1930-1945por
dc.subject.br-rjbnEspírito Santo (Estado) – História, 1930-1945por
dcterms.abstractEste estudo objetiva analisar as políticas públicas voltadas para a população mais pobre implementadas entre 1930 e 1945 no Espírito Santo sob a égide do Estado Varguista. Para empreender essa análise, são focalizadas as áreas de atuação dessa política, com ênfase nos setores de saúde e educação. Como fonte documental, foram utilizados leis, decretos, discursos, jornais e mensagens dos Presidentes de Estado naquele período - Punaro Bley e Jones dos Santos Neves. Ao analisar as políticas públicas destinadas à população economicamente, mais carente investiga-se, ao mesmo tempo, a percepção do estado Varguista sobre a pobreza e a exclusão social. Entende-se que, com a implementação de ações públicas visando atender às camadas marginais, o Estado brasileiro assume uma postura nitidamente assistencialista, pressupondo que, por esta via, resolveria o problema da pobreza da população.por
dcterms.abstractThe present study has as its main objective to analyze public policies geared towards the less privileged, implemented in the State of Espírito Santo between 1930 and 1945 under the Vargas’ state control. In order to carry out this analysis, we focus on the areas where these policies worked, with an emphasis on the health and educational sectors. As documental sources, we used laws, decrees, speeches, newspapers and messages by the Presidents of the State during that period: Punaro Bley and Jones Santos Neves. By analyzing the public policies destined to the needy, we are investigating, at the same time, how the Vargas’ State perceived poverty and social exclusion. It is understood that, with the implementation of public actions geared to support the excluded levels of society, the Brazilian State takes over a clear assistentialist posture, intending, in that manner, to solve the problem of generalized poverty.eng
dcterms.creatorGrazziotti, Marinete Simões-
dcterms.formattexteng
dcterms.issued2006-10-30-
dcterms.languageporeng
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Históriapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqHistóriapor
dc.publisher.courseMestrado em Históriapor
dc.contributor.refereeBarreto, Sônia Maria da Costa-
dc.contributor.refereeSiqueira, Maria da Penha Smarzaro-
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3412_Marinete_Simões_Grazziotti.pdf535.51 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.