Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5072
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorLima, Julião Soares de Souza-
dc.date.accessioned2016-08-29T15:37:13Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T15:37:13Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/5072-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleVariáveis dendrométricas da seringueira e sua relação espacial com atributos químicos do solopor
dc.title.alternativeDendrometric variables rubber and its spatial relationship with soil chemical propertieseng
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc630-
dc.subject.br-rjbnGeologia - Métodos estatísticospor
dc.subject.br-rjbnSolos - Fertilidadepor
dc.subject.br-rjbnKrigagempor
dc.subject.br-rjbnSolos florestaispor
dc.subject.br-rjbnProdutividade florestalpor
dcterms.abstractA seringueira (Hevea brasiliensis) é a principal espécie produtora de uma das mais importantes commodities agrícolas: a borracha natural. Apesar da considerável importância deste produto, o cultivo de seringueira no Brasil é marcado por problemas relacionados ao manejo da cultura e incidência de pragas e doenças. O baixo conteúdo de nutrientes dos Latossolos e a alta suscetibilidade à erosão dos Argissolos, são tidos como alguns dos fatores limitantes da produção dos seringais brasileiros. Porém, tais problemas podem ser solucionados com fertilização por meio de adubação e adoção de práticas conservacionistas. Neste sentido, objetivou-se com este trabalho, avaliar a dependência espacial de variáveis dendrométricas da seringueira (clone Fx 3864) e de atributos químicos do solo. O estudo foi realizado na Fazenda Pedra Linda, no município de Nova Venécia ES. O solo da área do experimento foi classificado como Latossolo Vermelho-Amarelo, textura argilosa. As variáveis dendrométricas levantadas em campo, em três períodos diferentes, em 200 plantas de seringueira foram: circunferência da base do tronco (CBT), circunferência a altura do peito (CAP) e a altura das árvores (ALT). Buscando caracterizar a fertilidade do solo foram coletadas amostras, a uma distância de 0,50 m da planta na linha de cultivo, por meio de uma amostragem aleatória, composta por 60 pontos amostrais, nas camadas 0-0,20 m e 0,20-0,40 m. Os dados foram analisados descritivamente, a as variáveis dendrométricas foram correlacionadas aos atributos do solo pela correlação linear de Pearson. Para verificar a existência e quantificar o grau de dependência espacial dos atributos e das variáveis estudadas, os dados foram submetidos a uma análise geoestatística, a partir do ajuste de funções teóricas aos modelos de semivariogramas experimentais. Em análise das correlações, o K apresentou correlação significativa com todas as variáveis dendrométricas na terceira medição. Outro destaque foi a correlação entre P e todas as variáveis dedrométricas da segunda medição, à exceção da CBT. Todos os atributos estudados, à exceção do P na camada 0-0,20 m e CTC na camada 0,20-0,40 m apresentaram dependência espacial. Entre as variáveis dendrométricas apenas a CBT na terceira medição não apresentou dependência espacial. A geoestatística se mostra uma eficiente ferramenta para análise da distribuição espacial da fertilidade do solo e medidas dendrométricas da seringueira. No entanto o número de amostra não foi suficiente para o estudo do fósforo, da CTC, na profundidade 0-0,20 m e CBT e DAP aos 24 meses da cultura.por
dcterms.abstractThe rubber tree (Hevea brasiliensis) is the main species producing one of the most important agricultural commodities: natural rubber. Despite the considerable importance of this product, the rubber trees in Brazil is marked by problems related to the management of culture and incidence of pests and diseases. The low nutrient content of Latosols and high susceptibility to erosion of the ultisol, is seen as a limiting factor in the production of brazilian rubber. However, such problems can be solved with fertilization through fertilization and adoption of conservation practices. In this sense, the aim of this study was to evaluate the spatial dependence of variables dendrometric of rubber trees (hybrid Fx 3864 ) and soil chemical properties. The study was conducted in Fazenda Pedra Linda, in the municipality of Nova Venecia - ES. The soil of the experimental area was classified as Oxisol, clayey. The dendrometric variables raised in the countryside, in three different periods in 200 rubber plants were: circumference of the base of the trunk (CBT), circumference at breast height (CAP) and tree height (ALT). Seeking to characterize the fertility of the soil samples were collected through a random sample consisting of 60 sampling points at 0-0,20 m and 0,20-0,40 cm. Data were analyzed descriptively, to the dendrometric variables were correlated to soil attributes by Pearson correlation coefficients. To check and quantify the spatial dependence of the attributes and variables studied, the data were subjected to a geostatistical analysis from the theoretical adjustment functions to the models of experimental semivariogram. In analysis of correlations, K correlated significantly with all dendrometric variables in the third measurement. Another feature is the correlation between P and all variables dedrométricas the second measurement, except for the CBT. All attributes studied, except for the P in layer 0-20 cm CTC in the 20-40 cm layer showed spatial dependence. Among the variables just dendrometric CBT in the third measurement did not present spatial dependence. The geostatistical shown an effective tool for soil fertility analysis and dendrometric measures of rubber. However the sample number was not enough to match the study, the CTC, 0-0,20 m depth and CBT and DAP at 24 months of culture.eng
dcterms.creatorSantos, Adilson Almeida dos-
dcterms.formatTexteng
dcterms.issued2015-08-26-
dcterms.languageporpor
dcterms.subjectGeostatisticseng
dcterms.subjectGeoestatísticapor
dcterms.subjectDependência espacialpor
dcterms.subjectFertilidade do solopor
dcterms.subjectSoil fertilityeng
dcterms.subjectSpatial dependenceeng
dcterms.subjectKrigingeng
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Florestaispor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqRecursos Florestais e Engenharia Florestalpor
dc.publisher.courseMestrado em Ciências Florestaispor
dc.contributor.refereeLopes, José Carlos-
dc.contributor.refereeSilva, Samuel de Assis-
dc.contributor.advisor-coFiedler, Nilton César-
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9135_DISSERTAÇÃO_ADILSON ALMEIDA.pdf1.71 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.