Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7462
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorFREITAS, J. C. C.
dc.date.accessioned2018-08-01T22:29:43Z-
dc.date.available2018-08-01
dc.date.available2018-08-01T22:29:43Z-
dc.identifier.citationCIPRIANO, D. F., Análise quantitativa dos teores de lignina e celulose em materiais de biomassa por RMN de 13C no estado sólido.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/7462-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleAnálise quantitativa dos teores de lignina e celulose em materiais de biomassa por RMN de 13C no estado sólido.por
dc.typemasterThesisen
dc.contributor.memberAZEVEDO, E. R.
dc.contributor.memberSCHETTINO JUNIOR, M. A.
dc.contributor.memberALFONSO, J. L. G.
dcterms.abstractEste trabalho é dedicado ao estudo e desenvolvimento de um método experimental que permita a utilização de ressonância magnética nuclear (RMN) de 13C no estado sólido com polarização cruzada (CP) e rotação em torno do ângulo mágico (MAS) para a obtenção de teores de lignina e celulose presentes em materiais lignocelulósicos. A validade do método foi testada em diferentes materiais de biomassa por comparação com os resultados obtidos pelo método de quantificação Klason. O método desenvolvido também foi utilizado em um estudo comparativo de amostras de bagaço de cana submetidas a diferentes tempos de tratamento ácido. Para desenvolvimento do método, foram realizados experimentos com amostras padrões de celulose e lignina e misturas desses materiais em proporções previamente conhecidas. Após a obtenção dos espectros de RMN de 13C com CP/MAS, foram construídos gráficos relacionando a intensidade de regiões selecionadas do espectro com a massa da componente responsável por tal intensidade. Foi observado que os teores de lignina obtidos para a maioria dos materiais de biomassa analisados concordaram com o teor determinado diretamente por análise química; já o teor de celulose não foi corretamente previsto, possivelmente devido a sobreposições com sinais de hemicelulose nos espectros. Com respeito às amostras de bagaço de cana submetidas a tratamentos ácidos, foi observado um crescimento no teor de lignina nas amostras com maior tempo de tratamento, o que ocorreu também para a fração de celulose estruturalmente mais ordenada.por
dcterms.creatorCIPRIANO, D. F.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2015-06-19
dcterms.subjectRMN no estado sólidopor
dcterms.subjectMateriais lignocelulósicospor
dcterms.subjectpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Físicapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Físicapor
Aparece nas coleções:PPGFIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_9031_Dissertação Mestrado_Daniel Cipriano.pdf16.91 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.