Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7629
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorPaes, Juarez Benigno-
dc.date.accessioned2018-08-01T22:35:39Z-
dc.date.available2018-08-01-
dc.date.available2018-08-01T22:35:39Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/7629-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleEficiência dos óleos de andiroba, copaíba e pinhão manso na melhoria da resistência da madeira de Pinus elliottii a organismos xilófagospor
dc.title.alternativeEfficiency of andiroba, copaiba and jatropha oils in improving of the resistance of Pinus elliottii wood to xylophagous organismseng
dc.typemasterThesisen
dc.subject.udc630-
dc.subject.br-rjbnMadeirapor
dc.subject.br-rjbnÓleos vegetaispor
dc.subject.br-rjbnMadeira - Conservaçãopor
dcterms.abstractMuitos são os compostos empregados para aumentar a resistência natural da madeira. Produtos naturais estão sendo pesquisados, visando garantir a sustentabilidade do meio ambiente, a saúde humana, e diminuir a utilização de produtos tradicionais. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a eficiência dos óleos de andiroba, copaíba e pinhão manso na resistência biológica da madeira de Pinus elliottii. Os óleos de andiroba e copaíba foram oriundos de comunidades do município de Santarém, Pará, e o óleo de pinhão-manso da Fazenda Tamanduá, município de Santa Terezinha, Paraíba. Foram determinadas as características físicas (pH, índice de acidez, viscosidade e densidade) dos óleos e realizados ensaios de toxidez em meio de cultura, resistência ao apodrecimento acelerado em laboratório (fungos de podridão parda e branca) e de resistência a fungos de podridão-mole e a cupins xilófagos. Para a avaliação da eficiência, os mesmos foram empregados puros e enriquecidos com iodo sublimado. Foram avaliados os efeitos da volatilização e lixiviação na eficiência das soluções contra os organismos citados. De modo geral, com o incremento de iodo nos óleos de andiroba e copaíba, houve o aumento da viscosidade e densidade, além de diminuir o pH. O incremento de iodo proporcionou maior eficiência dos óleos, sendo isto verificado pelas menores perdas de massa, exceto no ensaio de resistência a cupim de madeira seca, em que os óleos puros proporcionaram maiores resistências à madeira. Em todos os ensaios a testemunha (madeira não tratada) foi mais deteriorada. Notou-se que a volatilização e lixiviação influenciou negativamente a eficiência dos óleos em alguns tratamentos, nos ensaios realizados.por
dcterms.abstractMany are the compounds used to increase the natural resistance of wood against xylophagous organisms. Natural products have been studied to ensure the sustainability of the environment, human health, and reduce the use of traditional products. The objective of this research was to evaluate the efficiency of andiroba, copaiba and pinhão-manso oils in the biological resistance of the wood of Pinus elliottii. The andiroba and copaíba oils were got from communities of Santarém city – Pará, Brazil and the pinhão-manso was got from Tamanduá farm, situated in Santa Terezinha – Paraíba, Brazil. Determined the physical characteristics (pH, acid rate, viscosity and density), toxicity test in culture medium and accelerated decay in laboratory (brown and white rot fungi), soft-rot fungi and termite resistance. To evaluate the efficiency used oils pure and fortified with iodine sublimed. Evaluated the volatilization and leaching effects these ones to the xylophagous degrading organisms. In General, with the increase of iodine in andiroba and copaiba oils, viscosity and density increase, in addition to lower the pH. The increase of iodine provided better oils efficiency, being it verified by lower weight loss, except in the termite resistance assay of dry wood, in which the pure oils provided greater resistance to wood. In all trials, the untreated wood was more damaged. It was noted that the volatilization and leaching influenced negatively the efficiency of oils in some treatments, in the tests carried out.eng
dcterms.creatorSousa, Sara Freitas de-
dcterms.formatText-
dcterms.issued2016-07-11-
dcterms.languagepor-
dcterms.subjectOrganismos xilófagospor
dcterms.subjectDurabilidade da madeirapor
dcterms.subjectDurability of woodeng
dcterms.subjectProdutos naturaispor
dcterms.subjectNatural productseng
dcterms.subjectConíferaspor
dcterms.subjectConiferseng
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Florestaispor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqRecursos Florestais e Engenharia Florestalpor
dc.publisher.courseMestrado em Ciências Florestaispor
dc.contributor.refereeTeixeira, Juliana Grilo-
dc.contributor.refereeLopez, Yonny Martinez-
dc.contributor.advisor-coArantes, Marina Donária Chaves-
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertação-SaraFreitasdeSousa-2016.pdf1.57 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.