Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7653
Título: Efeito do espaçamento de plantio nas propriedades da madeira em árvores jovens de eucalipto
Autor(es): Brito, Alice Soares
Orientador: Vidaurre, Graziela Baptista
Coorientador: Oliveira, José Tarcísio da Silva
Data do documento: 21-Fev-2017
Citação: BRITO, Alice Soares. Efeito do espaçamento de plantio nas propriedades da madeira em árvores jovens de eucalipto. 2017. 44 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais ) - Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais, Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Agrárias e Engenharias, Jerônimo Monteiro, 2017.
Resumo: O objetivo do estudo foi avaliar o efeito do espaçamento de plantio nas propriedades da madeira de clones de E. grandis e do híbrido E. grandis x E. urophylla, aos 4 anos de idade. As árvores foram selecionadas de acordo o diâmetro médio de cada parcela experimental e após o corte, discos no diâmetro a altura do peito (DAP) e nas posições de 0 (base), 25, 50, 75 e 100% do fuste foram retirados para realização das análises. Os dados foram avaliados mediante a análise de regressão e os resultados atestaram que o espaçamento de plantio explicou parte das variações na densidade básica, massa seca, diâmetro e frequência de vasos e espessura de parede das fibras em pelo menos um dos três clones estudados. Entretanto, a relação C/A; percentagem e permeabilidade de cerne e alburno; comprimento e fração parede das fibras; teores de extrativos, lignina e cinzas, bem como o poder calorífico superior da madeira não foram influenciados pelo espaçamento de plantio em nenhum dos três materiais genéticos, na idade de 4 anos. De maneira geral, o espaçamento de plantio não interferiu de forma evidente nas propriedades da madeira e não influenciou na proporção e permeabilidade do cerne e alburno. Palavras-chave: madeira juvenil, área útil, Eucalyptus.
The aim of the study was to evaluate the effect of planting spacing on the production and wood properties of clones of E. grandis and of the hybrid E. grandis x E. urophylla, at 4-year-old. The trees were selected according to the mean diameter of each experimental plot and after the harvest, discs in diameter at breast height (DBH) and in the positions 0 (base), 25, 50, 75 and 100% of the commercial height were removed for analysis. The data were evaluated through regression analysis and the results showed that planting spacing explained part of the variations in basic density, dry mass, vessel diameter and frequency and wall thickness of the fibers in at least one of the three clones studied. However, the heartwood/sapwood relation; percentage and permeability of heartwood and sapwood; length and fraction of fiber wall; extractive, lignin and ash contents, as well as the gross calorific value of the wood were not influenced by planting spacing in any of the three genetic materials at the age in question. In general, planting spacing did not clearly interfere with wood properties and did not influence the proportion and permeability of the heartwood and sapwood.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7653
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10577_Dissertação ALICE 2017-Final.pdf1.55 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.