Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7681
Título: Condições climáticas e comportamento ecofisiológico de espécies florestais
Título(s) alternativo(s): Climatic conditions and ecophysiological behavior of forest essences
Autor(es): Galvão, Elayne Katia dos Santos
Orientador: Pezzopane, José Eduardo Macedo
Coorientador: Toledo, João Vitor
Xavier, Talita Miranda Teixeira
Palavras-chave: Climatologia agrícola
Eucalipto
Pau-brasil
Data do documento: 28-Fev-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: GALVÃO, Elayne Katia dos Santos. Condições climáticas e comportamento ecofisiológico de espécies florestais. 2018. 76 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) – Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Agrárias e Engenharias, Jerônimo Monteiro.
Resumo: Condições climáticas são fatores preponderantes no comportamento fisiológico e no crescimento de espécies florestais, em especial, variações de temperatura e demanda atmosférica. Neste sentido, o presente estudo objetivou investigar a influência dos efeitos conjugados da variação do déficit de pressão de vapor (DPV) e da temperatura nos aspectos ecofisiológicos de espécies de eucalipto e morfotipos de pau brasil (Paubrasilia echinata) buscando compreender os mecanismos de aclimatação fisiológica e de crescimento. O estudo foi desenvolvido mediante a montagem e condução de dois experimentos, segmentados na dissertação em dois capítulos. O primeiro investigou três espécies de eucalipto (Corymbia citriodora, Eucalyptus camaldulensis e E. cloeziana) e o segundo dois morfotipos de pau-brasil (pequeno e médio). Ambos os experimentos foram conduzidos em casa de vegetação climatizadas com controle de temperatura e umidade relativa do ar, em delineamento inteiramente casualisado. Sumariamente foram aplicados quatro tratamentos, categorizados como: Ambiente 1 (baixa demanda atmosférica e baixa temperatura; (DPV↓ + T↓), Ambiente 2 (DPV↓ + T↑), Ambiente 3 (DPV↑ + T↑) e Ambiente 4 (DPV↑ + T↓). O primeiro experimento teve duração de 62 dias e o segundo de 125 dias. Ao final de cada experimento foram avaliados paramentos de crescimento (altura, diâmetro, área foliar e massa seca) e de trocas gasosas das plantas. As plantas de C. citriodora, E. camaldulensis e E. cloeziana apresentaram alta eficiência no uso da água e controle estomático quando submetidas ao ambiente de alta demanda atmosférica associada a alta temperatura. Assim, neste ambiente as plantas das espécies apresentaram maiores produção de biomassa e crescimento. As plantas dos morfotipos pequeno e médio de P. echinata, divergiram em crescimento nas condições ambientais avaliadas. O morfotipo pequeno apresentou melhor aclimatação e maior crescimento no ambiente de alta demanda atmosférica com alta temperatura, já o morfotipo médio, apresentou melhor aclimatação e maior crescimento nos ambientes de temperatura mais baixas. Notou-se que a variação climática em demanda atmosférica e temperatura desencadeou diferentes mecanismos de aclimatação fisiológica e crescimento nas espécies eucalipto e pau brasil.
Climatic conditions are preponderant factors in the physiological behavior and growth of forest species, especially variations in temperature and atmospheric demand. In this sense, the present study investigated the influence of the conjugated effects of the vapor pressure deficit (VPD) and temperature variation on the eucalyptus and Paubrasilia echinata species aspects, seeking to understand the mechanisms of physiological acclimatization and growth. The study was conducted by mounting and driving two experiments presented in two chapters, the first one investigated three species of eucalyptus (Corymbia citriodora, Eucalyptus, camaldulensis and E. cloeziana) and the second two variants of P. echinata. Both experiments were conducted in greenhouse climatized with temperature and relative humidity of the air control, in a completely randomized design. Briefly were applied four treatments categorized as: Setting 1 (low atmospheric + low temperature demand, DPV ↓ + T ↓), Environment 2 (VPD ↓ + T ↑) Setting 3 (VPD ↑ + T ↑) and Setting 4 (VPD ↑ + T ↓). The first experiment lasted 62 days and the second 125 days. At the end of each experiment, growth parameters (height, diameter, leaf area and dry mass) and plant gas exchange were evaluated. The plants of C. citriodora, E. camaldulensis and E. cloeziana showed high efficiency in the use of water and stomatal control when submitted to the environment of high atmospheric demand associated with high temperature, so in this environment the species presented higher production of plant biomass and growth. The plants of the small and medium variants of P. echinata were divergent in growth in the environmental conditions evaluated. The small variant presented better acclimatization and higher growth in the environment of high atmospheric demand with high temperature, whereas the medium variant showed better acclimatization and higher growth in the lower temperature environments. It was noticed that the climatic variation in atmospheric demand and temperature triggered different mechanisms of physiological acclimatization occurring, sometimes, differentiations in growth between species (Eucalyptus) and within the same species (P. echinata).
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7681
Aparece nas coleções:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertação-ElayneKatiadosSantosGalvão-2018.pdf1.68 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.