Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/8521
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorCola, César Pereira-
dc.date.accessioned2018-08-01T23:31:07Z-
dc.date.available2018-08-01-
dc.date.available2018-08-01T23:31:07Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/8521-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectArtist - teacherseng
dc.subjectCreation (literary, artistic, so...)eng
dc.subjectArtistas - professorespor
dc.subjectCartographyeng
dc.subjectArteng
dc.subjectArt and Education,eng
dc.titleArtista-professor: cartografia e processopor
dc.typedoctoralThesisen
dc.subject.udc37-
dc.subject.br-rjbnArtepor
dc.subject.br-rjbnArte e educaçãopor
dc.subject.br-rjbnCartografiapor
dc.subject.br-rjbnCriação (literária, artística, etc)por
dc.subject.br-rjbnArtistas como professorespor
dcterms.abstractTrata-se de investigar as contaminações, os agenciamentos, os planos comuns do artista que é professor, descrever a existência de linhas que unem essas profissões, como se relacionam e se completam. Escolhemos por cartografar experiências que desvelam o processo de criação dos pesquisados. A prática cartográfica é avessa a unificações e promove sua abertura a variações, a multiplicidades, a desvios e a indeterminações. O acesso à produção nos possibilitou o acompanhamento dos percursos criativos com seus rastros e pistas em forma de croquis, anotações, devaneios, na perspectiva de aproximar o que é singular no processo de criação de cada artista-professor. Utilizamos princípios filosóficos de territorialidade, rizoma, conexão heterogênese e multiplicidade de Giles Deleuze e Félix Guattari. A escolha pela filosofia na pesquisa é por permitir que os fatos sejam analisados em si, sendo imanências que surgem e se sobrepõem, diferente da história, que para nós os limitam e os condicionam a uma única verdade. Os artistas-professores pesquisados foram Lygia Clarck, Rosana Paste e José Carlos Vilar.por
dcterms.abstractIt is about investigating the contaminations, assemblies, ordinary plans of the artist who is a teacher, describing the existence of lines joining these professions, how they relate and complement each other. We chose to chart experiences that reveal the creating process of those researched. The cartographic practice is averse to unifications and promotes its openness to variations, multiplicities, deviations and indeterminations. Access to production enabled us to follow the creative paths with their tracks and clues in the form of sketches, notes, daydreams, with the perspective of approaching what is unique in the process of creation of each artist-teacher. We use philosophical principles of territoriality, rhizome, heterogenesis connection and multiplicity of Giles Deleuze and Felix Guattari. The choice for philosophy in research is to allow the facts to be analyzed in their own, being immanences that arise and overlap, differently from history, which limits and conditions them to a single truth. The artists-teachers researched were Lygia Clarck, Rosana Paste and José Carlos Vilar.eng
dcterms.creatorPaste, Rosana Lucia-
dcterms.formattext-
dcterms.issued2017-03-06-
dcterms.languagepor-
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Educaçãopor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqEducação-
dc.publisher.courseDoutorado em Educação e Linguagempor
dc.contributor.refereeSchwartz, Cleonara Maria-
dc.contributor.refereePinel, Hiran-
dc.contributor.refereeSilva, Angela Maria Caulyt Santos da-
dc.contributor.refereeRosa, Pablo Ornelas-
Aparece nas coleções:PPGE - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10956_ROSANA PASTE.pdf7.66 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.