Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9195
Título: Comicidade, ironia e humour em Lira dos vinte anos, de Álvares de Azevedo
Autor(es): Santos, Carolina Frizzera
Orientador: Trefzger, Fabiola Simão Padilha
Data do documento: 21-Fev-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O humor foi uma faceta do Romantismo bastante explorada aqui no Brasil, em meados do século XIX. Dentre tantos jovens poetas que se aventuraram por esse terreno, Álvares de Azevedo se destaca por sua diversificada produção: valeu-se do humor em vários de seus aspectos na Segunda Parte da Lira dos vinte anos. Inclusive, conseguiu situar, dentro da literatura brasileira, o “humor à inglesa e à alemã”, ou humour, que nunca antes havia despontado nos trópicos. Visa-se, então, a partir da análise de poemas dessa referida Segunda Parte do seu famoso livro, explicitar como aparecem a comicidade, a ironia e o humour na obra de Azevedo escolhida como corpus. Para tais análises, são utilizados como aporte teórico e crítico obras e textos referentes ao movimento romântico, estudos que abordam a obra de Álvares de Azevedo e suas peculiaridades e estudos sobre o humor. Algumas dessas obras são: Formação da literatura brasileira: momentos decisivos, de Antonio Candido; O Romantismo, de Jacob Guinsburg; Risos entre pares, de Vagner Camilo; O Belo e o disforme, de Cilaine Alves; O riso, de Henri Bergson; Comicidade e riso, de Vladimir Propp, dentre outros. Por fim, busca-se demonstrar a importância do jovem poeta na nossa literatura, explorando o humorismo presente na sua face Caliban, apresentada no Prefácio à Segunda Parte da Lira.
Humor was a facet of Romanticism that was quite explored here in Brazil, in the middle of the 19th century. Among many young poets, who adventured themselves about this terrain, Álvares de Azevedo stands out because of his diversified literary production: he used humor in various aspects in the Second Part of Lira dos vinte anos. He also could place, inside brazilian literature, the “english and german humor”, or humour, that never before made an appearance in the tropics. This work seeks, from the analysis of poems belonging to the Second Part of his famous book, to explain how the comedy, the irony and the humour appears on Azevedo’s work chosen as corpus. For such analysis, are used as theoretical and critical input works and texts concerning the romantic movement, studies about Álvares de Azevedo’s work and its peculiarities and studies about humor. Some of these works are: Antonio Candido’s Formação da literatura brasileira: momentos decisivos; Jacob Guinsburg’s O Romantismo; Vagner Camilo’s Risos entre pares; Cilaine Alves’ O Belo e o disforme; Henri Bergson’s O riso; Vladimir Propp’s Comicidade e riso, among others. Finally, I seek to show the importance of the young poet in our literature, exploring the humour on his face Caliban, presented on the Preface to the Second Part of the Lira.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9195
Aparece nas coleções:PPGL - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10562_Dissertação - Carolina Frizzera Santos (1).pdf1.06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.