Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9206
Título: Literatura e ensino médio : a mediação do professor e das novas tecnologias no processo ensino-aprendizagem
Autor(es): Costa, Fabiani Rodrigues Taylor
Orientador: Souza, Renata Junqueira de
Data do documento: 7-Abr-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O presente trabalho está ligado à linha de pesquisa “Literatura e expressões de alteridade” do Programa de Pós-graduação em Letras da UFES. Trata-se de um estudo a respeito do ensino de literatura em uma escola pública de Ensino Médio, da Rede Estadual de Ensino de Piúma, no estado do Espírito Santo. Ao considerar que o ensino de literatura baseia-se muitas vezes em estudar somente as escolas literárias através da memorização do contexto histórico, características e datas, deixando em segundo plano ou ignorando a leitura dos textos literários. Neste sentido, houve a necessidade de saber se na sala de aula ainda persiste essa visão de ensino ou se com uma gama maior de perspectivas, tais como as novas tecnologias, a visão do ensino literatura também se expandiu para uma dinâmica maior dos textos nas aulas. Para tanto, foi preciso observar a ação do professor em sala de aula, visto que, ao constatar que essas possibilidades vigentes de ensino requerem que o papel docente esteja focado não mais na abordagem tradicional de ensino, mas que se revele o mediador da aprendizagem. Levando em consideração que no processo de mediação não é só o professor que detém todo o conhecimento, foi importante buscar entre os alunos como é esse ensino de literatura para eles, bem como, saber se a tecnologia está inserida no processo de ensino-aprendizagem. Para se verificar a atuação docente como mediador, destacamos o pensamente de Vigotski quando aborda que qualquer signo pode fazer o papel de instrumento entre conhecimento e a quem ele será levado. Porém, nos aprofundamos nas abordagens em que o professor é o facilitador, aquele que instiga e que propõe o diálogo em sala de aula. Para a realização da pesquisa, consideramos uma análise qualitativa, através de um estudo de caso, em que um questionário foi aplicado aos alunos com perguntas pertinentes ao ensino de literatura e, a partir das respostas dadas pelos estudantes, começamos a observar a aula de literatura para, em seguida, relacionar os dois instrumentos de coleta de dados de forma que pudéssemos analisá-los a fim de gerar os resultados propostos nos objetivos dessa dissertação. Ao fazer tal procedimento, constatamos que mesmo com todos os obstáculos percorridos pelo docente na sala de aula ao ensinar a literatura, ele não prioriza somente a história desta e sua memorização, mas também aborda a leitura literária mesmo que, muitas vezes, em trechos existentes no livro didático e também, que o docente se utiliza das novas 6 tecnologias oferecidas pela escola para tornar suas aulas mais atrativas e assim, poder estabelecer um diálogo possível entre os alunos e os conhecimentos que estão sendo adquiridos. Neste sentido, incorporando a função tal como sugeriu Vigotski, de professor mediador.
The present researchis linked to the line of research "Literature and expressions of alterity" of the Graduate Program in Language Arts of UFES. This is a study about the teaching of literature in a public high school, from Piúma, in the state of Espírito Santo. In considering that literature teaching is often based on studying only literary schools by memorizing the historical context, characteristics and dates, leaving in the background or ignoring the reading of literary texts. In this sense, there was a need to know whether the teaching vision still persists in the classroom or with a wider range of perspectives, such as new technologies, the literature teaching vision also expanded to a greater dynamics of texts in the classroom . In order to do so, it was necessary to observe the action of a teacher in the classroom, since to verify that these current teaching possibilities require that the teaching role is no longer focused on the traditional approach to teaching, but that it is the mediator of learning. Taking into account that in the process of mediation it is not only the teacher who holds all the knowledge, it was important to seek among the students how this teaching of literature is for them, as well as, to know if the technology is inserted in the teachinglearning process. In order to verify the teaching performance as a mediator, we of instrument between knowledge and to whom it will be taken. However, we go deeper into the approaches in which the teacher is the facilitator, the one who instigates and proposes dialogue in the classroom. To carry out the research, we consider a qualitative analysis, through a case study, in which a questionnaire was applied to the students with questions pertinent to literature teaching and, from the answers given by them, we began to observe the literature in class. Afterwards we relate with two other instruments of data collection so that we could analyze them in order to generate the results proposed in the objectives of this dissertation. In doing such a procedure, we find that even with all the obstacles the teacher teaches in the classroom, she does not prioritize only the history and the memorization, but also deals with literary reading even though often in existing sections in the textbook and also that the teacher uses the new technologies offered by the school to make her classes more attractive and thus, to establish a possible dialogue between the students and the knowledge that are being acquired. In this sense, incorporating the function as suggested by Vigotski, of mediator teacher.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9206
Aparece nas coleções:PPGL - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10804_Dissertação Fabiani - Versão Banca.pdf2.81 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.