Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9251
Título: A ilustração e o primado da educação: as visões de António Nunes Ribeiro Sanches e do Marquês de Condorcet
Autor(es): Assis, Guilherme Marchiori de
Orientador: Merlo, Patrícia Maria da Silva
Palavras-chave: Modernity
Enlightenment
Education
Data do documento: 11-Mai-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A análise da modernidade deve englobar de maneira uniforme o estudo do Ilustração, época das luzes, período em que vigorou o pensamento analítico e paradigmático. Época em que viveram António Nunes Ribeiro Sanches e o Marquês de Condorcet. Ambos avalizaram e contribuíram para o instrumental científico que ficou conhecido como a República das Letras. A transposição de pensamentos e argumentos que transbordavam nas cartas endereçadas aos diversos colaboradores, no caso de Sanches, além dos diversos preceitos inspirados nas cartas de Condorcet, trouxeram a lume contribuições indizíveis ao conceito e aplicação da instrução pública. A recente historiografia acerca da Ilustração tem afirmado o caráter plural e os múltipos processos de composição das ideias associadas às Luzes em distintas partes da Europa simultaneamente, de modos e de acordo com as peculiaridades regionais. Nesse contexto, foram destacados dois personagens: o português Antônio Nunes Ribeiro Sanches e o francês marquês de Condorcet. Buscou-se as aproximações e divergências no que diz respeito à questão da educação enquanto primado iluminista.
The study of modernity should cover uniformly the study of the Enlightenment, season of lights, a period that used paradigmatic and analytical thinking. A historical era in which lived António Nunes Ribeiro Sanches and the Marquis de Condorcet. Both have endorsed and contributed to the scientific instruments that became known as the Republic of Letters. The transposition of thoughts and arguments overflowed in letters to different people in the case of Sanches, as well as various precepts inspired by the letters of Condorcet, brought to light the untold concept and application of public education contributions. Recent historiography about the Enlightenment has affirmed the pluralistic character and processes of composition of the ideas associated with the Enlightenment in different parts of Europe simultaneously, according to the regional peculiarities. In this context, we highlight two characters: the portuguese Antonio Ribeiro Sanches and the french Marquis de Condorcet. We analyze their differences with regard to the issue of education as a rule of the Enlightenment.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9251
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_7882_Dissertação completa - versão final.pdf665.92 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.