Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9921
Título: Sistemática e biogeografia de Oligoneuriidae Ulmer, 1914 (Insecta: Ephemeroptera)
Autor(es): Massariol, Fabiana Criste
Orientador: Salles, Frederico Falcão
Data do documento: 2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Oligoneuriidae é uma família Pantropical de Ephemeroptera composta por 12 gêneros e 62 espécies. Três subfamílias são reconhecidas, Chromarcyinae com uma única espécie da Região Oriental, Colocrurinae com duas espécies fósseis do Brasil e Oligoneuriinae com as demais espécies distribuídas nas Américas e regiões Afrotropical e Paleártica. Seus imaturos habitam ambientes aquáticos com diferentes níveis de perturbação, podendo ser utilizadas como bioindicadores de qualidade de água. Entretanto, a taxonomia do grupo é complexa, uma vez que ninfas e adultos não apresentam muitos caracteres morfológicos diagnósticos e a maioria das espécies não foi descrita com base em todos os estágios do ciclo de vida. Neste contexto, a utilização de códigos de barra de DNA se torna uma ferramenta útil e complementar à taxonomia tradicional. Como resultado da presente tese, seis novas espécies foram descritas L. alcidesi, L. aldinae, O. (O.) amandae, O. (O.) mitra, O. (Y.) anatina e O. (Y.) truncata e os subgêneros Madeconeuriae Yawariforam elevados à nível genérico, assim, a família passa a contar com 14 gêneros e 68 espécies. A análise de parcimônia dos dados morfológicos e a máxima verossimilhança e inferência bayesiana dos dados moleculares e combinados suporta a divisão em três subfamílias. Além disso, com base nos agrupamentos recuperados em todas as análises três novas tribos foram propostas: Homoeoneuriini, Elassoneuriini e Oligoneuriellini. De acordo com as análises biogeográficas (S-DIVA e Lagrange) e de estimativas de tempo de divergências a família se originou no supercontinente Gondwana há cerca de 150 milhões de anos atrás, porém numa área restrita à Região Neotropical. 97 sequências representando 73% dos gêneros viventes e 20% das espécies descritas de Oligoneuriidae foram depositadas no BOLD em um novo projeto chamado DNA Barcodingof Oligoneuriidae. O valor de divergência intraespecífico máximo encontrado foi alto (15.05%), o que pode estar ligado à presença de espécies crípticas. Apesar da existência de uma lacuna no DNA barcodelocal, tal lacuna não foi detectada no DNA barcodeglobal para Oligoneuriidae.
Oligoneuriidae is a Pantropical Family of Ephemeroptera composed by 12 genera and 62 species. Three subfamilies are recognized, Chromarcyinae with a single species from Oriental Region, Colocrurinae with two fossil species from Brazil, and Oligoneuriinae with the remainder species distributed in Americas, Afrotropical and Palearctic regions. Their immature stage inhabits a wide variety of aquatic environments with different levels of disturbance. As a consequence, Oligoneuriidae species could be used as bioindicator however their taxonomy is somewhat complex once nymphs and adults do not show many diagnostic morphological characteristics and most species have not been described based on all stages of the life cycle. In this context, the use of DNA barcodes becomes a useful and complementary tool for traditional taxonomy. As a result of the present thesis, six new species were described — L. alcidesi, L. aldinae, O. (O.) amandae, O. (O.) mitra, O. (Y.) anatina, and O. (Y.) truncata — and the subgenera Madeconeuria and Yawari were raised at the generic level, so the family now has 14 genera and 68 species. The parsimony analysis of the morphological data and the maximum likelihood and bayesian inference of the molecular and combined data supports the division into three subfamilies. In addition, based on the clusters recovered in all analyzes, three new tribes were proposed: Homoeoneuriini, Elassoneuriini, and Oligoneuriellini. According to biogeographic analyses (S-DIVA and Lagrange) and divergence time estimation analysis Oligoneuriidae originated about 150 Mya on the Gondwan continent, but restrict to Neotropical Region. 97 sequences representing 73% of living genera and 20% of the described species of Oligoneuriidae were deposited in BOLD in a new project called “DNA Barcoding of Oligoneuriidae”. The maximum intraspecific divergence value was high (15.05%), which may be related to the presence of cryptic species. Despite the existence of a local DNA barcode, a global DNA barcode was not detected for Oligoneuriidae.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9921
Aparece nas coleções:PPGBAN - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10770_Tese - Fabiana C Massariol.pdf23.44 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.