Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10013
Título: Respostas de café conilon à concentração de ferro
Autor(es): Campos, Luana Morati
Orientador: Milanez, Camilla Rozindo Dias
Palavras-chave: Anatomia Vegetal
Coffea canephora
fisiologia Vegetal
Café - Irrigação
Data do documento: 26-Fev-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O ferro (Fe) é um elemento essencial para o crescimento e desenvolvimento das plantas. Entretanto, está frequentemente presente nas águas subterrâneas utilizadas na irrigação em concentrações que podem causar fitotoxidez ao longo do tempo. No presente estudo, foi investigado o efeito de doses de Fe em diferentes análises, a saber: crescimento radicular, concentração mineral das folhas, extravasamento de eletrólitos, teores de pigmentos fotossintéticos, fotossíntese, anatomia foliar e radicular e sintomas visuais de toxidez de plantas de Coffea canephora Pierre ex A. Froehner cv. Conilon. As mudas foram tratadas por 30 dias pela adição de 0 (controle), 10, 40, 120, 200 e 400 mg/L de Fe fornecidos como FeSO4.7H2O mais sal EDTA no solo. A massa seca das raízes mostrou valores menores sob a maior dose de Fe. Plantas sob a dose maior de Fe apresentaram maior acúmulo foliar deste elemento. O maior teor de boro (B) ocorreu nos indivíduos sob a dose de 400 mg/L quando comparado às doses de 40 mg/L e 200 mg/L. Os teores de fósforo (P) não diferiram e foram menores nas doses de 120, 200 e 400 mg/L de Fe quando comparados ao controle. As concentrações foliares de potássio (K) foram maiores em 10, 40, 120, 200 e 400 mg/L de Fe. As maiores concentrações de zinco (Zn) foliar foram encontradas nas plantas submetidas a 120, 200 e 400 mg/L de Fe em relação ao controle e à dose de 10 mg/L de Fe. O extravasamento de eletrólitos foi maior nas plantas sob 400 mg/L de Fe em relação à dose de 40 mg/L, porém não diferiu das demais doses. Não houve diferença significativa quanto aos teores de pigmentos fotossintéticos e os parâmetros de clorofila a. As plantas controle mostraram maior fotossíntese, condutância estomática e transpiração, sendo as menores taxas encontradas no tratamento a 200 mg/L Fe. A concentração de carbono interno foi maior nas plantas sob 400mg/L de Fe. Foi observada necrose nas folhas maduras sob a maior dose de Fe. As espessuras da face adaxial da epiderme, do parênquima esponjoso e total do limbo não diferiram entre os tratamentos. A espessura do parênquima paliçádico foi menor para a dose de 400 mg/L em relação às doses de 120 e de 200 mg/L e a espessura da face abaxial da epiderme foi maior no controle quando comparada com a dose de 40 mg/L. No tratamento com maior teor de Fe verificou-se alteração na morfologia das raízes, como a redução no crescimento e na emissão de raízes laterais. Houve também maior lignificação da epiderme e do córtex; algumas células corticais apresentaram alteração do formato, com retração do protoplasto. De modo geral, os resultados obtidos indicam que a dose de 400 mg/L de Fe é nociva, afetando a estrutura e a funcionalidade da variedade Conilon. Palavras-chave: Anatomia, Coffea canephora, fisiologia, irrigação, toxidez.
ron (Fe) is an essential element for the growth and development of plants. However, it is often present in groundwater used for irrigation at concentrations that may cause phytotoxicity over time. In this study, the effect of doses of Fe on root growth, mineral concentration of leaves, electrolyte leakage, photosynthetic pigments content, photosynthesis, leaf and root anatomy and toxicity symptoms in plants of Coffea canephora Pierre ex A. Froehner cv. Conilonwas investigated. The seedlings were treated for 30 days by the addition of 0 (control), 10, 40, 120, 200 and 400 mg/L of FeSO4.7H2O provided as Fe EDTA more salt in the soil. The dry mass of roots showed lower values under the highest dose of Fe. Plants under the highest dose of Fe showed higher leaf accumulation of this element.The higher content of boron(B) occurred in individuals at the dose of 400 mg/L compared to the doses of 40 mg/L and 200 mg/L. Phosphorus (P) contents did not differ and werelower at the doses of 120, 200 and 400 mg/L Fe when compared to control.The leaf potassium (K) concentrations were higher at 10, 40, 120, 200 and 400 mg/L Fe. The highest zinc (Zn) leaf contentswere found in plants subjected to120, 200 and 400 mg/L of Fein relation to the control and the dose of 10 mg/L of Fe. Electrolyte leakage was higher in plants under 400 mg/L of Fe compared to dose of40 mg/L, however didnot differfrom the others doses. There was no significant difference in the levels of photosynthetic pigments and parameters of chlorophyll a. The control plants showed higher photosynthesis, stomatal conductance and transpiration, and the lowest rates were found at 200 mg/L Fe. Internal carbonconcentrationwas higher in plants under 400mg/L of Fe. Necrosis was observed in mature leaves under higher dose of Fe. Adaxial epidermis,spongy parenchymaand limbthicknessdid not show differences between the different treatments. The palisade parenchyma thickness was lower at 400 mg/L comparedto the doses of 120 and 200 mg/L andadaxial epidermisthickness was highercomparedto the dose of 40 mg/L. In the treatment with higher Fe content there was a change in the morphology of roots,such as reduced growth and emission of lateral roots. There was also an increased lignification of the epidermis and cortex; some cortical cells showed format changes, with protoplast retraction. Overall, the results indicate that the dose of 400 mg/L Fe is harmful, affecting thestructure and functionality of Conilon variety
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10013
Aparece nas coleções:PPGBV - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8119_Dissertação.pdf804.06 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.