Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10960
Título: Associação entre o ângulo de fase e a composição corporal de mulheres obesas submetidas à gastroplastia redutora com derivação em y de Roux
Autor(es): Rocha, Larissa Scarparo
Orientador: Pedrosa, Rogerio Graça
Data do documento: 29-Ago-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Introdução: O Ângulo de Fase (AF) indicador de celularidade, integridade e função celular, tem sido utilizado como índice de prognóstico em indivíduos submetidos a cirurgia bariátrica (CB), sendo o baixo valor de AF associado a menor perda de peso corporal (PC). Objetivo: Associar o AF com o PC, Índice de Massa Corporal (IMC), massa gorda (MG) e massa magra (MM) de mulheres submetidas à CB durante fase de perda rápida do PC. Metodologia: Foram avaliadas 20 mulheres adultas submetidas à Gastroplastia Redutora com Derivação em Y de Roux (GRDYR) no Hospital das Clínicas (HC) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do HC - UFES. As participantes foram avaliadas no pré-operatório, ou momento 0 (M0) (24,0 ± 20,5 dias), no momento 1 (M1) após a CB (72,0 ± 19,5 dias) e no momento 2 (M2) após a CB (189,0 ± 12,2 dias). Foram avaliados; PC (kg), altura (m), IMC (kg/m²), MG (kg e %), MM (kg e %) e AF (°) nos três momentos. Os dados de MG, MM e AF foram obtidos por meio da análise da bioimpedância elétrica. Após o teste de normalidade de Shapiro-Wilk foi realizada a ANOVA seguido do teste de Bonferroni, ou do teste de Friedman. Obtiveram-se as correlações por meio dos testes de Spearman ou Pearson. Foi utilizado o programa SPSS versão 21.0 e adotado o nível de significância P<0,05. Resultados: O AF foi de 7,0±0,7° no M0, 5,9±0,7° no M1 e 5,9 ± 0,7° no M2, sendo menor no M1 em relação ao M0 e no M2 em relação ao M0 (P< 0,01). O PC foi menor (P<0,05) após a CB nos dois momentos; 91,8±13,7 kg (M1) e 79,9±13,8 kg (M2), quando comparado ao M0 (108,9 ± 13,9 kg) e menor no M2, quando comparado ao M1. Os mesmos resultados foram observados em relação ao IMC; 43,0±5,2 kg/m² (M0), 36,2±5,1 kg/m² (M1) e 31,4±5,2 kg/m² (M2), a MG (kg) 52,6±8,6 kg (M0), 41,1±8,6 kg (M1) e 33,0±8,8 kg (M2) e a MM (kg); 56,2±5,8 kg (M0), 50,7±5,6 kg (M1) e 46,8±5,5 kg (M2). Considerando todas as diferenças encontradas entre o M1 e M0 e M2 e M1 foi observada correlação positiva (r=0,42; p<0,01) entre a redução do AF e a redução do PC. Resultados similares também foram encontrados entre a redução do AF e a redução do IMC (r=0,40; p<0,05) e entre a redução do AF e a redução da MG (r=0,39; p<0,05). Não foi observada correlação significativa entre a redução do AF e a redução da MM (kg). Conclusão: A redução do AF foi associada à redução do peso corporal, do IMC e da MG, embora não tenha sido correlacionada com a MM.
Introduction: Phase angle (PA), cellularity indicator, and cellular function have been used as a prognostic index in patient’s submitted to bariatric surgery (BS), with a low PA value associated with a lower body weight (BW) loss. Objective: To associate PA with BW, Body Mass Index (BMI), body fat (BF) and lean body mass (LBM) of women submitted to BS during the fast weight lost phase of BW. Methodology: Twenty adult women were submitted to Roux-en-Y Gastric Bypass at the Clinical Hospital (CH) of the Federal University of Espírito Santo (UFES). The study was approved by the Research Ethics Committee of CH - UFES. The participants were evaluated in the preoperative period or at the moment 0 (M0) (24.0 ± 20.5 days), at moment 1 (M1) after BS (72.0 ± 19.5 days) and at moment 2 (M2) after BS (189, 0 ± 12.2 days). Were evaluated; BW (kg), height (m), BMI (kg/m²), BF (kg e %), LBM (kg e %) e PA (°) in all three moments. MG, AF and AF data were based on the analysis of electrical bioimpedance. After the Shapiro-Wilk normality test were performed, ANOVA followed by the Bonferroni test, or Friedman test were performed as well. Correlations were obtained by the Spearman or Pearson tests. The SPSS version 21.0 program was used and the level of significance adopted was P <0.05. Results: PA was 7.0 ± 0.7 ° at M0, 5.9 ± 0.7 ° at M1 and 5.9 ± 0.7 ° at M2, being smaller at M1 in relation to M0 and M2 in relation to M0 (P <0.01). The BW was lower (P <0.05) after BS at both moments; 91.8 ± 13.7 kg (M1) and 79.9 ± 13.8 kg (M2) when compared to M0 (108.9 ± 13.9 kg) and lower at M2, when compared to M1. The results were observed in relation to (BMI); 43.0 ± 5.2 kg / m² (M0), 36.2 ± 5.1 kg / m² (M1) and 31.4 ± 5.2 kg / m² (M2), BF (kg) 52.6 ± 8.6 kg (M0), 41.1 ± 8.6 kg (M1) and 33.0 ± 8.8 kg (M2) and LBM (kg); 56.2 ± 5.8 kg (M0), 50.7 ± 5.6 kg (M1) and 46.8 ± 5.5 kg (M2). Considering all the differences found between M1 and M0 and M2 and M1, a positive correlation (r = 0.42; p <0.01) was observed between the reduction of the PA and the reduction of the BW. Similar results were found between PA and reduction of (BMI) (r = 0.40, p <0.05) between the reduction of PA and the reduction of BF (r = 0.39, p <0.05). No significant correlation was observed between the reduction of PA and the reduction of LBM (kg).Conclusion: Reduction of PA was associated with the weight loss, BMI, and BF, although it was not correlated with LBM.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10960
Aparece nas coleções:PPGNS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_13053_Dissertação Larissa Scarparo Rocha.pdf
  Restricted Access
1.1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.