Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10977
Título: CARACTERIZAÇÃO DE HABITATS EM ÁREAS DE PROTEÇÃO MARINHA ATRAVÉS DE IMAGEAMENTO COM VEÍCULO DE OPERAÇÃO REMOTA (ROV)
Autor(es): SILVA, D. B. M. E.
Orientador: LOUREIRO FERNANDES, L. F.
Data do documento: 21-Mar-2019
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SILVA, D. B. M. E., CARACTERIZAÇÃO DE HABITATS EM ÁREAS DE PROTEÇÃO MARINHA ATRAVÉS DE IMAGEAMENTO COM VEÍCULO DE OPERAÇÃO REMOTA (ROV)
Resumo: Estudos de caraterização de comunidades e habitats bentônicos são de suma importância na elaboração de planos de manejos e na preservação da biodiversidade marinha, principalmente em áreas de proteção marinha, regiões consideradas de relevante interesse ecológico. No Refúgio da Vida Silvestre (RVS) de Santa Cruz e da Área de Proteção Ambiental (APA) Costa das Algas, no estado do Espírito Santo, existem diversas atividades antrópicas potencialmente causadoras de impactos, tendo como exemplos a atividade pesqueira e a exploração e produção de petróleo e gás que ocorrem próximos a região. O objetivo desse estudo consistiu em caracterizar os principais habitats existentes na região do RVS de Santa Cruz e da APA Costa das Algas, através de técnicas imageamento com Veículo Operado Remotamente (ROV) e a sua correlação com o material sedimentológico. Os registros foram obtidos através de 50 estações de coleta distribuídas ao longo da plataforma continental, a partir da isóbata de 10 m. Foram identificados 5 habitats sendo estes descritos como: Areias Terrígenas, Cascalhos Carbonáticos, Rodolitos e Cascalhos, Recifes e Rodolitos e Lateritas (Hardground), refinando o nível de conhecimento em relação ao já existente em estudos pretéritos e de escala mais regional da área de estudo. Foi possível identificar uma maior abundância no habitat descrito como Recifes e Rodolitos, localizado na porção mais profunda da APA Costa das Algas, tendo como oposto o habitat Areias Terrígenas, compreendendo majoritariamente o RVS de Santa Cruz. O método utilizado se comprovou satisfatório para esse tipo de caracterização podendo este ser replicado em estudos de áreas mais sensíveis. Os resultados obtidos no presente estudo poderão subsidiar o órgão gestor das duas UCs na elaboração de seus respectivos planos de manejo.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10977
Aparece nas coleções:PPGOAM - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_13129_Dissertação - Diego Silva - Final.pdf2.45 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.