Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11095
Título: Métodos de manejo para broca-do-café, Hypothenemus hampei Ferrari (COLEOPTERA: CURCULIONIDAE: SCOLYTINAE)
Autor(es): Souza, Rafael Assis de
Orientador: Pratissoli, Dirceu
Coorientador: Zago, Hugo Bolsoni
Santos Junior, Hugo José Gonçalves dos
Data do documento: 21-Fev-2019
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SOUZA, Rafael Assis de. Métodos de manejo para broca-do-café, Hypothenemus hampei Ferrari (COLEOPTERA: CURCULIONIDAE: SCOLYTINAE). 2019. 77 f. Tese (Doutorado em Produção Vegetal) - Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal, Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, 2019.
Resumo: A broca-do-café, Hypotenemus hampei (Ferrari, 1867) (Coleoptera: Curculionidae: Scolytinae) é considerada a praga mais importante da cafeicultura mundial, devido às perdas quantitativas e qualitativas na produção de café arábica (Coffea arabica L.) e conilon (C. canephora Pierre ex A. Froehner). O método de controle mais utilizado é o químico, no entanto, após o uso do principal inseticida, o endosulfan, ser proibido no Brasil em 2013, os níveis de infestação de H. hampei aumentaram em todas as regiões produtoras de café. Por essa razão, a busca por novos métodos de manejo eficazes, economicamente e ambientalmente viáveis, torna-se de suma importância. Neste sentido, métodos de manejo como o comportamental, com a utilização de armadilhas coloridas contendo atrativos e o biológico com o uso do fungo Beauveria bassiana (Balsamo) (Hypocreales: Cordycipitaceae) vêm assumindo um importante papel dentro do Programa de Manejo Fitossanitário de Pragas. Assim, os objetivos do presente estudo foram: (1) determinar a associação entre a mistura etanol: metanol em diferentes proporções e cores das armadilhas, identificar as mais eficazes no monitoramento e possível controle da broca-do-café em campo, além de determinar o período de maior pico da broca; (2) verificar a eficiência de compostos voláteis na atratividade de H. hampei em laboratório e em campo; (3) avaliar a mortalidade da broca-do-café, pré e pós- aplicação do fungo Beauveria bassiana associado a emulsificantes em campo. A partir dos resultados, verificou-se que: (1) todas as misturas atrativas e cores das armadilhas capturaram adultos da broca-do-café; durante todos os estádios fenológicos do fruto, constatou-se a presença da broca-do-café; (2) as misturas etanol:cinamaldeído e etanol:metanol atraíram um maior número de broca-do-café em olfatômetro; A mistura etanol:metanol propiciou uma melhor eficácia na captura da broca-do-café em todas as épocas de avaliações em campo; (3) Os agentes emulsificantes (Goma arábica e X1) em mistura com o fungo B. bassiana, não aumentaram a mortalidade da broca-do-café; A aplicação do fungo B. bassiana préliberação da broca, propiciou maior mortalidade.
The coffee berry borer, Hypotenemus hampei (Ferrari, 1867) (Coleoptera: Curculionidae: Scolytinae) is considered the most important pest in the world coffee industry, due to quantitative and qualitative losses in the production of arabica coffee (Coffea arabica L.) and conilon (C. canephora Pierre ex A. Froehner). The most commonly used control method is the chemical, however, after the main insecticide use, endosulfan, be banned in Brazil in 2013, the infestation levels of H. hampei increased in all coffee producing regions. For this reason, the search for new methods of management that are effective, economically and environmentally viable, become of paramount importance. In this sense, management methods such as behavioral, with the use of color traps containing attractive and the biological with the use of the fungus Beauveria bassiana (Balsamo) (Hypocreales: Cordycipitaceae) have been assuming an important role within the Program of Phytosanitary Management of Pests. Thus, the objectives of the present study were: (1) determine the association between the ethanol mixture: methanol in different proportions and colors of the traps, identify the most effective ones in the monitoring and possible control of the coffee berry borer in the field, in addition to determining the its peak period; (2) to verify the efficiency of volatile compounds in the attractiveness of H. hampei in the laboratory and in the field; (3) to evaluate the mortality of coffee berry borer, pre and post fungus application Beauveria bassiana associated with emulsifiers in the field. From the results, it was verified that: (1) all the attractive blends and colors of the traps captured adults from the coffee berry borer; during all the phenological stages of the fruit, it was verified the presence of coffee berry borer; (2) the mixtures E:Cinamaldeído and E:Metanol attracted a greater number of coffee berry borer in olfactometer; The mixture E:Metanol improved efficiency in the capture of coffee berry borer in all times of field evaluations; (3). The emulsifying agents (Gum and X1) in admixture with the fungus B. bassiana, did not increase mortality of coffee berry borer; The application of fungus B. bassiana before entry into the coffee fruit, increased mortality.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11095
Aparece nas coleções:PPGPV - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10055_Rafael Assis de Souza.pdf1.23 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.