Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11148
Title: CARACTERIZAÇÃO GENÉTICA, FITOQUÍMICA E DAS ATIVIDADES BIOLÓGICAS DE DIFERENTES POPULAÇÕES NATURAIS DE Varronia curassavica Jacq. E Momordica charantia L. NO ESPÍRITO SANTO
metadata.dc.creator: MOTA, M. M.
Issue Date: 28-Feb-2019
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: MOTA, M. M., CARACTERIZAÇÃO GENÉTICA, FITOQUÍMICA E DAS ATIVIDADES BIOLÓGICAS DE DIFERENTES POPULAÇÕES NATURAIS DE Varronia curassavica Jacq. E Momordica charantia L. NO ESPÍRITO SANTO
Abstract: As plantas medicinais têm sido usadas para tratamento, cura e prevenção de doenças por milhares de anos. Varronia curassavica Jacq. e Momordica charantia L. são espécies de plantas amplamente exploradas para fins terapêuticos.Varronia curassavica Jacq., popularmente conhecida como ervabaleeira, pertence à família Cordiaceae e é tradicionalmente usada para tratar inflamações, além disso, é descrita por apresentar propriedades antibacterianas, antifúngicas, antialérgicas, antitumorais e antioxidantes.Já a Momordica charantia L. é uma espécie herbácea pertencente à família Cucurbitaceae comumente conhecida como melão-de-são-caetano e na medicina tradicional, é utilizada para o tratamento de diabetes, cólicas, câncer, entre outras desordens. As propriedades medicinais apresentadas pelas diferentes plantas medicinais estão relacionadas com o conteúdo dos metabólitos secundários presentes na planta. No entanto, fatores genéticos e ambientais, como a composição do solo, a temperatura, a precipitação pluviométrica e a incidência de radiação ultravioleta podem afetar as concentrações desses componentes químicos que refletem em suas atividades biológicas. Portanto, o objetivo deste estudo foi avaliar a influência dos fatores ambientais e genéticos na produção de metabólitos secundários e nas atividades antioxidante, citotóxica e antiproliferativa de populações naturais de diferentes regiões do Espírito Santo Brasil das espécies V. curassavica Jacq. e M. charantia L.. Os resultados obtidos a partir das análises utilizando marcadores moleculares ISSR mostraram que tanto as populações de V. curassavica quanto as de M. charantia apresentaram significativa similaridade entre as populações analisadas, provavelmente devido ao fato dessas espécies possuírem uma grande variedade de polinizadores e animais dispersores de sementes que facilitaram o fluxo gênico entre as populações. As análises fitoquímicas de V. curassavica revelaram uma diferença significativa entre as amostras testadas, o que refletiu na variabilidade em sua atividade antioxidante e antitumoral. Os resultados sugerem fortemente que os fatores ambientais são mais determinantes para a variação dos compostos fenólicos do que os fatores genéticos. As análises com M. charantia demostraram que não há uma grande variação entre as suas populações, aqui avaliadas, com relação ao seu conteúdo químico e de atividade biológica, sugerindo que para esta planta a localização geográfica não foi determinante para a variação quantitativa e qualitativa dos compostos fenólicos. O extrato de ambas as espécies apresentou maior citotoxicidade seletiva in vitro contra células tumorais, sarcoma 180, demonstrando que V. curassavica e M. charantia apresentam potencial terapêutico para o desenvolvimento de novos fármacos. Dessa forma, este trabalho é importante para auxiliar na elucidação das condições ótimas para o uso etnofarmacológico dessas plantas medicinais. Palavras-chave: Varronia curassavica Momordica charantia ISSR compostos fenólicos DPPH ABTS FRAP atividade antitumoral MTT
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11148
Appears in Collections:PPGBV - Teses de doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_12972_Versão Final - Mainã Mantovanelli.pdf4.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.