Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11605
Título: Realismo sensório no cinema contemporâneo
Autor(es): Vieira Junior, Erly
Palavras-chave: Cinema e corpo
Cinema e sensorialidade
Cinema de fluxo
Cinema contemporâneo
Cinema mundial
Data do documento: 2020
Editor: Edufes
Resumo: O que aproxima filmes como Bom trabalho, A mulher sem cabeça, Mal dos trópicos, Millennium mambo e tantos outros, comumente associados ao rótulo de “cinema de fluxo”? Suas narrativas são marcadas pela sobrevalorização sensorial de forma múltipla e centrífuga, reinserindo o corpo no espaço e tempo microscópico do cotidiano. Nesses filmes, podemos constatar, desde o final da década de 1990, a emergência de um novo realismo, de caráter sensório, no panorama do cinema mundial contemporâneo. Este livro investiga as principais características desse realismo, em especial o papel do corpo como mediador, em termos espaciais, temporais e sonoros, dessa experiência espectatorial tão peculiar. Para isso são analisados 24 filmes, realizados entre 1999 e 2009 por dez diretores: Apichatpong Weerasethakul, Claire Denis, Gus Van Sant, Hou Hsiao-Hsien, Jia Zhangke, Karim Aïnouz, Lucrecia Martel, Naomi Kawase, Pedro Costa e Tsai Ming-Liang.
Descrição: Este livro é a versão revista e atualizada da tese de doutorado em Comunicação e Cultura defendida pelo autor em 2012, na ECO-UFRJ.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11605
ISBN: 978-65-88077-06-1
Aparece nas coleções:EDUFES - E-Livros

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
digital_realismo-sensorio-no-cinema-contemporaneo.pdf3.47 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons