Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3978
Título: Contribuição ao estudo da durabilidade de concretos produzidos com a incorporação de resíduo do beneficiamento de rochas ornamentais
Autor(es): Soares, Rubielly Bastos
Orientador: Tristão, Fernando Avancini
Coorientador: Vieira, Geilma Lima
Data do documento: 21-Ago-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A construção civil é uma indústria que consome volume significativo de recursos naturais, no entanto, possui potencial expressivo de aproveitamento de resíduos para a produção de materiais de construção. A utilização de subprodutos industriais apresenta-se como uma contribuição para a otimização de insumos e consequentemente para o desenvolvimento sustentável. O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de rochas ornamentais, sendo o Espírito Santo o estado brasileiro com maior representatividade no setor. Para produzir as chapas, os blocos de rocha são serrados em teares, transformando aproximadamente 25% do bloco em resíduo. Este consiste em uma lama que passa por filtros e precisa ser descartada. Devido ao montante de resíduo gerado e aos custos e dificuldades para destinação, este material tem sido alvo de estudos para sua utilização na construção civil há vários anos. Diante disso, este trabalho teve como objetivo investigar a influência da incorporação de resíduo do beneficiamento de rochas ornamentais (RBRO) sobre propriedades ligadas à durabilidade do concreto, em especial aquelas relacionadas com a resistência a agentes agressivos externos do tipo íons sulfato. Para isso, os concretos foram produzidos com três diferentes relações água/cimento (0,45; 0,55 e 0,65) e adição do RBRO em relação à massa de cimento em teores de 5%, 10% e 15%, além do concreto de referência. Foram analisadas propriedades no estado fresco, trabalhabilidade e massa específica, e no estado endurecido, resistência à compressão axial, absorção de água por capilaridade e por imersão além das análises microestrutural. Para o ensaio de degradação acelerada foi utilizado o sulfato de magnésio. Os concretos foram submetidos a ciclos de imersão e secagem e, ao final, sua resistência à compressão foi medida. Os concretos com 5% de resíduo apresentaram os melhores resultados quanto ao desempenho mecânico, com valores acima dos concretos de referência, para todas as relações a/c. Nos concretos agredidos verificou-se uma microfissuração superficial típica do ataque por sulfatos, além da constatação do consumo de hidróxido de cálcio e possível presença de etringita, através do EDS. No entanto, os resultados indicam o efeito positivo do uso do RBRO na resistência ao ataque de sulfatos em teores de 5% de adição.
The construction industry consumes a significant amount of natural resources, however, it has a great potential on the use of wastes in production of building materials. The use of industrial subproducts can optimize inputs, as well as contribute to sustainable development practices. Brazil is one of the largest producers of ornamental rocks in the world, and Espírito Santo state is the main contributor to this industry in the country. To produce the plates, the rock blocks are sawn on looms, and this process results in approximately 25% of residue. This residue consists in slurry that passes through filters and must be discarded. Due to the amount of waste generated, the costs and difficulties for disposal, this material has been investigated for use in construction for several years. Therefore, this study aimed to research about the influence of the incorporation of the residue generated in ornamental stones processing, named in Portuguese as Resíduo do Beneficiamento de Rochas Ornamentais (RBRO), relating this residue to properties like concrete durability, in particular those associated with resistance to external aggressors like sulfate ions. For this purpose, the concrete was produced with three different water/cement ratios (0.45, 0.55 and 0.65) and the RBRO was added in levels of 5%, 10% and 15% in relation to the amount of water/cement mass created originally. The proprieties analyzed when the material was still fresh were workability and density, and after the material has gotten hard, it was observed its resistance to axial compression, to water absorption by capillarity and to immersion beyond microstructural analysis. For the tests of accelerated degradation it was used magnesium sulfate. The concrete were subjected to cycles of immersion and drying and, in the end, their resistance to compression was measured. The concrete created with 5% of residue showed the best results in terms of mechanical performance. It was observed in the attack concrete superficial microcracks that are typical of attacks by sulfates, also it was noticed the consumption of calcium hydroxide and the possible presence of ettringite by EDS. However, the results show the positive effect of the use of RBRO in the resistance to attack by sulphates in concentrations of 5%.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3978
Aparece nas coleções:PPGEC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8480_Rubielly Bastos Soares.pdf7.77 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.