Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4006
Título: Modelo matemático para o planejamento de atracação de navios liners com possibilidade de cancelamento de escala.
Autor(es): Lopes, Felippe Tose
Orientador: Rosa, Rodrigo de Alvarenga
Coorientador: Resendo, Leandro Colombi
Data do documento: 16-Dez-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Os portos brasileiros movimentam mais de 90% das cargas internacionais do país, com destaque para a movimentação de contêineres que vem crescendo ano a ano no Brasil e já representam 10,4% de toda a carga movimentada. Os navios de contêineres são usualmente contratados pela categoria de serviço liners. Os navios liners possuem uma escala fixa de atendimento, previamente divulgada, e caso o navio não seja atracado no porto dentro do intervalo acordado de tempo entre sua chegada até sua atracação, denominado janela de atracação, ocorre uma situação chamada cancelamento de escala e o navio simplesmente não atraca no porto e segue viagem para não comprometer todas as escalas nos outros portos. Portanto, no contexto analisado, é importante disponibilizar aos portos uma ferramenta que minimize o cancelamento de escala, pois tal cancelamento impactará em perdas de receita e contratos para o porto. Para o planejamento da atracação de navios no porto, a literatura cientifica sugere o Problema de Alocação de Berço (PAB). Esta dissertação tem por objetivo propor um modelo matemático baseado no Problema de Roteamento de Veículos (PRV) com Prêmio, Janela de Tempo e Múltiplos Depósitos aplicado ao planejamento da atracação em portos de navios liners com possibilidade de cancelamento de escala visando maximizar a receita obtida pelo atendimento aos navios e também reduzir o tempo de espera para o navio atracar. Instâncias de teste foram desenvolvidas tendo como base as características operacionais do Terminal de Vila Velha (TVV) e o modelo foi executado no CPLEX 12.6. Os resultados mostraram a eficiência do modelo proposto para planejamento da atracação em portos onde pode haver o cancelamento de escala, reduzindo o número de navios não atendidos e maximizando a receita do porto.
Brazilian ports handle over 90% of international cargo of the country. Containers have been growing year by year in Brazil and now account for 10.4% of all cargo handled. The container ships are usually hired by a category of service called liners. The liner ships have a fixed service schedule previously made public to all stakeholders, and if the ship doesn´t berth at the port within an agreed waiting time, calculated as the berthing time minus its arrival time, called berthing window. There is a condition called canceled schedule and the ship don’t berth at the port and continues its voyage to avoid compromising all schedules in the other ports. Therefore, in the analyzed context, it is important to provide the ports a tool that minimizes the number of canceled schedules, with consequent loss of revenue and contract for the port. For planning the berthing of ships in the port, the literature proposed the Berth Allocation Problem (BAP). This paper proposes a mathematical model based on the Vehicle Routing Problem (VRP) with Profits, Time Window and Multiple Depots applied to the planning the berthing of liners ships with the possibility of cancelling a vessel schedule with the objectives: maximize the revenue for the serving ships and also reducing the waiting time for the ship to berth. Test instances have been developed based on theoperational features of the Vila Velha Terminal (TVV) and the model was run in CPLEX12.6. The results showed the efficiency of the proposed model to plan the berthing of vessels reducing the number of canceled schedules and also maximizing the port revenue.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4006
Aparece nas coleções:PPGEC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9613_Felippe Tose Lopes.pdf1.99 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.