Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4408
Título: Urbanização e impactos sobre áreas de preservação permanente : o caso do Rio Jucu - ES
Autor(es): Holz, Ingrid Herzog
Orientador: Mendonça, Eneida Maria Souza
Palavras-chave: Áreas de preservação permanente
Data do documento: 30-Mar-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: HOLZ, Ingrid Herzog. Urbanização e impactos sobre áreas de preservação permanente: o caso do Rio Jucu - ES. 2012. 210 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Artes.
Resumo: Analisa os espaços fluviais urbanos, abordando os impactos provenientes da urbanização, a importância da presença destes nas cidades e as possibilidades atuais de preservação e recuperação. Utiliza como contexto empírico o Rio Jucu, importante manancial no Estado do Espírito Santo, responsável pelo abastecimento de grande parcela da população da Região Metropolitana da Grande Vitória, cuja Bacia Hidrográfica ocupa posição estratégica no contexto estadual, na região mais importante do Estado do ponto de vista econômico, devido ao grande fluxo de pessoas e mercadorias que acontece nos importantes portos, rodovias e ferrovias existentes. Objetiva caracterizar a área da bacia hidrográfica do Rio Jucu, identificando especificidades e conflitos; analisar a evolução e a forma de ocupação urbana na área de estudo; realizar um diagnóstico das condições sócio-ambientais atuais na área; e investigar o cumprimento da legislação, em âmbito federal, estadual e municipais, de proteção ao meio ambiente e ocupação do solo na área em estudo. Aborda mais detalhadamente as duas áreas urbanas conectadas pelo rio - a Sede de Marechal Floriano e a Região da Barra do Jucu, em Vila Velha - e estabelece um comparativo entre as duas cidades e sua relação com o Rio Jucu. Constata que a realidade atual do Rio Jucu não condiz com sua grande importância sócio-econômica, visto que este encontra-se atualmente bastante degradado, sofrendo graves impactos ambientais desde as cabeceiras até a foz, que ameaçam a qualidade e a quantidade de suas águas. Conclui que a legislação existente dispõe de instrumentos importantes para a proteção das Áreas de Preservação Permanente, havendo, contudo, dificuldades no seu cumprimento efetivo, principalmente devido a falhas na fiscalização e no planejamento das cidades, que comprometem a qualidade ambiental de tais áreas.
It analyzes the urban river spaces, addressing the impacts of urbanization, the importance of these impacts in the cities and the current possibilities for preservation and restoration. Jucu River is used as an empirical context, one important watershed in the state of Espírito Santo, responsible for supplying a large portion of the population of the metropolitan region of Vitória, whose basin occupies one strategic position in the state context in the most important region of the state, economically saying, due to the large flow of people and goods that happens in major ports, highways and railroads in existence. It aims to characterize the area of Jucu River’s basin, identifying characteristics and conflicts; it analyzes the evolution and form of urban settlement in the area of study, a diagnosis of current socio-environmental conditions in the area, and investigates compliance with the legislation in federal, state and municipal context, environmental protection and land use in the study area. It also discusses in detail the two urban areas connected by the river - the headquarters of Marechal Floriano and region of Barra do Jucu, in Vilha Veha - and a comparison between the two cities and their relationship with the Jucu River. It is possible to note that the current reality does not reflect Jucu River’s great socioeconomic importance, once it is very degraded, suffering serious environmental impacts from the headwaters to the mouth, which threaten the quality and quantity of its waters. Finally, the existing legislation provides essential tools for the protection of the Permanent Preservation Areas. There are difficulties, however, in its effective implementation, mainly due to failures in the supervision and planning of the cities, which compromise the environmental quality of such areas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4408
Aparece nas coleções:PPGAU - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_5560_Ingrid Herzog Holz20130805-153924.pdf15.41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.